Porto Alegre, quarta-feira, 18 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

saúde

18/03/2020 - 10h17min. Alterada em 18/03 às 10h19min

Farmácias de manipulação podem começar a fabricar álcool em gel

Fabricação foi autorizada pela Anvisa; até então, somente indústrias de cosméticos podiam

Fabricação foi autorizada pela Anvisa; até então, somente indústrias de cosméticos podiam


EDUARDO SEIDL/ARQUIVO/JC
Folhapress
A Anvisa autorizou as farmácias de manipulação a preparar e vender álcool em gel de forma direta para o público. As farmácias de manipulação já têm expertise para a manipulação de medicamentos e outros produtos.
A Anvisa autorizou as farmácias de manipulação a preparar e vender álcool em gel de forma direta para o público. As farmácias de manipulação já têm expertise para a manipulação de medicamentos e outros produtos.
Com a decisão as farmácias magistrais, como também são conhecidas, poderão preparar álcool etílico 70% (p/p), álcool etílico glicerinado 80%, álcool em gel, álcool etílico glicerinado 75%, água oxigenada 10 volumes e digliconato de clorexidina 0,5%.
Todas essas formulas são preparações antissépticas ou sanitizantes que podem ser utilizadas no combate ao novo coronavírus.
Até então, somente indústrias de cosméticos podiam fazer essa fabricação com necessidade de autorização da Anvisa.
O objetivo é ampliar o acesso desses produtos à população considerando o alto número de farmácias com manipulação em todo o Brasil.