Porto Alegre, segunda-feira, 15 de julho de 2019.
Dia Nacional dos Clubes.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cooperativismo 2019

COMENTAR | CORRIGIR

educação

Notícia da edição impressa de 12/07/2019. Alterada em 12/07 às 09h29min

Ensino, pesquisa e inovação atendem aos desafios da moderna gestão cooperativa

Escoop está desenvolvendo missões técnicas ao Vale do Silício, nos EUA

Escoop está desenvolvendo missões técnicas ao Vale do Silício, nos EUA


/OCERGS-SESCOOPRS/DIVULGAÇÃO/JC
Anelise Cáceres
Com a missão de promover o desenvolvimento sustentável das cooperativas por meio de soluções inovadoras e de excelência na aprendizagem e na pesquisa, nasceu a Faculdade de Tecnologia do Cooperativismo-Escoop. Nesse sentido, a história do cooperativismo ensina que a administração ideal das cooperativas se atinge pela educação e formação e, da mesma forma, o desempenho das atividades administrativas exigem sólido conhecimento teórico-prático, visando a atender os desafios da moderna gestão cooperativa.
"A educação corporativa vem passando por mudanças drásticas e velozes. O paradigma do longlife learning, em que a educação profissional é compreendida entre os 18 e os 80 anos, exige das instituições de ensino cursos focados nas necessidades dos alunos e das instituições", diz o diretor da Escoop, Mário de Conto. Segundo ele, o papel da faculdade é oferecer programas de ensino diferenciados para as cooperativas e desenvolver pesquisas que contribuam para o desenvolvimento do cooperativismo.
A Escoop atua na graduação, pós-graduação e extensão, especialmente na execução de cursos específicos conforme a demanda das cooperativas. "Um exemplo é o MBA em Auditoria e Contabilidade Cooperativa, um curso especificamente pensado para as demandas dos profissionais que atuam em cooperativas. Outro exemplo, são nossos MBAs em Gestão Estratégica do Agronegócio, que, em suas duas edições, contaram com módulos internacionais na Academia Alemã de Cooperativas. Essas iniciativas demonstram nossa importância ao propor soluções ajustadas às necessidades das cooperativas", assegura.
O diretor destaca atividades orientadas à inovação nas cooperativas. "Estamos desenvolvendo missões técnicas ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, focadas na inovação para os Ramos Saúde, Agropecuário e Crédito. Realizamos a missão do Ramo Saúde em maio e as demais ocorrerão em setembro. Nessa primeira experiência já estamos colhendo muitos resultados e desenhando o papel do Sescoop e da Escoop na aproximação das cooperativas do ecossistema de inovação", diz.
Entre os projetos de 2019 ele revela o início do Mestrado Profissional focado na Gestão de Cooperativas, executado em parceria com a Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), e MBAs e cursos de Especialização específicos aos cooperados. "Na área da pesquisa, igualmente, tivemos a aprovação de projetos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e iniciamos com a execução de atividades alinhadas à inovação e à digitalização das cooperativas", afirma.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia