Porto Alegre, segunda-feira, 15 de julho de 2019.
Dia Nacional dos Clubes.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cooperativismo 2019

COMENTAR | CORRIGIR

EDUCAÇÃO

Notícia da edição impressa de 12/07/2019. Alterada em 12/07 às 03h00min

Cooperação: protagonismo que vai da teoria à prática

Festa anual do Colégio Concórdia segue modelo de intercooperação

Festa anual do Colégio Concórdia segue modelo de intercooperação


/COLÉGIO CONCÓRDIA/DIVULGAÇÃO/JC
Anelise Cáceres
Formada por professores e técnicos em educação, a Cooperativa de Trabalho Educacional (Coopeeb) foi constituída no ano de 2000, em um momento de crise que ameaçava a continuidade do Colégio Concórdia de Porto Alegre, atualmente, com 70 associados. "Mas, além do comprometimento dos professores com a qualidade do ensino, promovemos os valores e princípios do cooperativismo, valorizamos as relações humanas e a cultura da paz", destaca o presidente Valdir Feller, revelando que a cooperativa escolar está entre as 10 melhores escolas, segundo resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Esse comprometimento dos associados, que também são donos do próprio negócio, se reflete, ainda, em crescimento e rentabilidade. "Entre 2016 e 2018, obtivemos um crescimento de 5%. Mesmo diante da crise econômica, as cooperativas nunca tiveram problemas de fechamento ou inviabilidade. Temos ouvido notícias de outros países que dizem que o cooperativismo moderno é o novo modelo a ser seguido, com inovação e tecnologia, compartilhamento, de promoção do bem-estar coletivo, gerando qualidade de vida aos associados e a suas famílias", garantiu.
Seguindo o modelo ideal de intercooperação defendido pelos cooperados, os alunos do Colégio Concórdia promovem anualmente o Projeto Festa da Cooperação, em junho, ocasião em que são criadas 12 pequenas cooperativas, negócios diversos escolhidos pelos próprios alunos, com a cooperativa de crédito organizando as demais. "Estamos levando a teoria de organização das cooperativas, gestão de negócios e tecnologia à prática. Este é o modelo de intercooperação na sua essência."
O diretor do Colégio Concórdia, Gerardo Sammarco, explica, ainda, que os alunos planejam, preparam e executam a venda de serviços e produtos alimentícios na festa popular, com a orientação de professores e de alguns pais.
"Os alunos se tornam protagonistas de um empreendimento que deverá dar conta de decisões, tais como escolha e marketing do produto, distribuição de responsabilidades e tarefas, compras de insumos, logística do ponto de vendas, promoções, apuração de lucros ou prejuízos, e destinação dos saldos", disse ele, lembrando que, após o evento, as cooperativas são desativadas.
Em outra unidade de trabalho, a Coopeeb desenvolve, em parceria com o Sescoop-RS, o Programa Jovem Aprendiz, oferecendo cursos voltado à profissionalização e à inserção no mercado de trabalho de jovens de 14 a 24 anos. "Entre as novidades estão os cursos de assistente administrativo - que também será oferecido no interior do Estado - manufatura, auxiliar hospitalar e auxiliar de supermercado. O Jovem Aprendiz atua em 20 municípios gaúchos."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia