Porto Alegre, segunda-feira, 15 de julho de 2019.
Dia Nacional dos Clubes.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cooperativismo 2019

COMENTAR | CORRIGIR

CRÉDITO

Notícia da edição impressa de 12/07/2019. Alterada em 12/07 às 03h00min

A força que vem do Interior

Sicredi é a única instituição financeira em 99 municípios do Estado

Sicredi é a única instituição financeira em 99 municípios do Estado


SICREDI COOPERAÇÃO/DIVULGAÇÃO/JC
Uma das áreas que mais se destaca na economia cooperativista é a financeira. As cooperativas de crédito, que tiveram sua origem no meio rural, hoje se modernizaram e já disponibilizam o mesmo leque de produtos e serviços oferecidos pelos grandes bancos. É o caso do Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados e no Distrito Federal.
No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, reúne mais de 2 milhões de associados, atingindo 92% dos municípios gaúchos e 31% dos catarinenses, totalizando 728 pontos de atendimento. Presente no campo e na cidade, o Sicredi contabilizou, até maio deste ano, mais de R$ 49 bilhões em ativos administrados nos dois estados.
Conforme o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port, o Rio Grande do Sul tem grande destaque no cenário nacional. Além de ter sido fundada na cidade de Nova Petrópolis, em 1902, e ser a cooperativa mais antiga da América Latina, praticamente 20% dos associados e dos volumes movimentados em instituições financeiras cooperativas no País são do Rio Grande do Sul, o que demonstra a grande força do cooperativismo gaúcho. "Importante ressaltar que dois terços desses municípios têm população inferior a 10 mil habitantes. Nesse cenário, o Sicredi é a única instituição financeira em 99 municípios, o que representa 20% dos municípios do Estado. Essa grande presença física das cooperativas faz com que, em municípios com menos de 100 mil habitantes, cerca de 40% da população adulta seja sócia de uma cooperativa de crédito, notadamente do Sicredi", disse.
Nesse sentido, ele ressalta a força do Sicredi no interior do Estado, que conta com 39 cooperativas. "É bom lembrar que todos os associados levam para as cooperativas as preocupações e necessidades de suas cidades. Nesse aspecto, as cooperativas desenvolvem ações voltadas para o fortalecimento da educação, como o Programa A União Faz a Vida, estímulo à criação de cooperativas escolares e projetos de educação financeira. Desenvolvem, ainda, ações com objetivo de estimular a sucessão na propriedade rural, programas vinculados a jovens e mulheres, e também o chamado Fundo Social."
O dirigente credita, ainda, que a relação mais próxima com as pessoas é o diferencial do Sicredi. "Nesse aspecto, os associados não são vistos como um número, e sim como pessoas que têm necessidades financeiras, que precisam de apoio e consultoria para que consigam tomar as melhores decisões no seu dia a dia", lembrando que o Sicredi aposta em um atendimento que mescla o físico com o digital. 
Em um estado com vocação para o agronegócio, com 40% do PIB decorrente do campo, 50% da carteira de crédito do Sicredi está destinada ao setor - especialmente para financiar o Pronaf, que são linhas de crédito voltadas para a agricultura familiar - e outros 50%, para o público urbano, com maior atuação em micro, pequenas e médias empresas. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia