Porto Alegre, sexta-feira, 06 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

SETORES

Notícia da edição impressa de 06/07/2018. Alterada em 05/07 às 23h00min

Infraestrutura: atuação regional e benefícios à comunidade

A Certel é a maior e mais antiga cooperativa de energia em atividade no Brasil

A Certel é a maior e mais antiga cooperativa de energia em atividade no Brasil


/MARCELO G. RIBEIRO/JC
Antes de tudo, a Certel, maior e mais antiga cooperativa de energia em atividade no Brasil, está dedicada ao desenvolvimento regional. E vem cumprindo esse papel em 48 municípios dos Vales do Taquari, Caí, Rio Pardo, Paranhana e Encosta Superior do Nordeste, com um quadro social superior a 65 mil associados. A cooperativa é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica, e também atua em outras frentes complementares, como lojas, viveiro de mudas, provedor de internet, indústria de artefatos de cimento e demais serviços ligados ao desenvolvimento de infraestrutura.
A Certel oferece a tarifa de energia elétrica, ainda que regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mais econômica do Brasil. "Como cooperativa, não visamos ao lucro. E as sobras são reinvestidas no próprio negócio, o que garante tecnologia de ponta e operações com sistemas inovadores, que reduzem o custo de geração e as perdas no processo de distribuição", comenta Erineo José Hennemann, presidente da Certel. Atualmente, a cooperativa tem quatro mil quilômetros de rede de energia, 70 mil postes de concreto, fabricados pela própria cooperativa, uma equipe de 560 funcionários e outros 60 profissionais terceirizados.
Nos últimos anos, o planejamento estratégico da Certel foi visto e revisto uma série de vezes para adequá-lo ao momento de instabilidade econômica do País. "O cenário político influencia nosso dia a dia, sem dúvida. Tivemos que adotar uma gestão pautada em redução de custos. Mudamos alguns prazos de execução de projetos renegociando com fornecedores. Agora, já estamos reequilibrados. De acordo com o planejamento, a expectativa era de crescer 3% neste ano. Já superamos essa marca", revela.
À medida que a Certel cresce, o desenvolvimento local é impulsionado não só por seu negócio-fim, mas também por outras iniciativas que adota. A cooperativa mantém uma série de projetos que beneficiam a comunidade do entorno. Os projetos paralelos passam pelas áreas de responsabilidade social, conscientização sobre o uso dos recursos e meio ambiente, entre outros. Um deles é o projeto "Mãos Dadas com a Saúde", que, através de doações espontâneas feitas pelos associados na fatura mensal de energia elétrica, faz aportes para diversos hospitais da região contribuindo para a continuidade e qualificação dos atendimentos prestados.
Há também o Programa de Eficiência Energética desenvolvido pela Certel, que prevê a substituição de lâmpadas usadas por novas de tecnologia LED.
Já foram atendidas mais de 120 instituições, entre escolas, hospitais e lares geriátricos. "O modelo cooperativista demonstra sua capacidade de movimentar diversas frentes", reconhece o presidente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia