Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

INFRAESTRUTURA

29/11/2019 - 17h46min. Alterada em 01/12 às 22h06min

CPFL Energia vai construir três subestações de energia até 2023

Empresa vai construir 85 quilômetros de redes de transmissão nos próximos anos no Estado

Empresa vai construir 85 quilômetros de redes de transmissão nos próximos anos no Estado


Marcello Casal Jr/Agência Brasil/JC
O grupo CPFL arrematou o lote 11 do leilão de transmissão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de dezembro do ano passado e vai construir 85 quilômetros de redes e três subestações de energia no Estado até 2023. O prazo para a conclusão das obras é de 48 meses após a assinatura do contrato, que ocorreu em fevereiro deste ano, mas a empresa informou que trabalha para reduzir este prazo. A concessão para operação do sistema vai até 2049.
Conforme a CPFL, a estimativa é investir R$ 348,9 milhões no projeto e o início das obras estava previsto para ocorrer até o fim de novembro pela subestação Vila Maria, no município de Casca, que obteve licença de instalação no mesmo mês. O pacote inclui mais duas subestações, em Osório e Porto Alegre, além de linhas de transmissão em Porto Alegre e Osório, entre Osório e Gravataí e entre Casca e a rede que liga os municípios de Passo Fundo e Nova Prata.
  • Origem da empresa: China
  • Cidades: Várias
  • Investimento: R$ 348,9 milhões
  • Estágio: Anunciado
  • Previsão: Até 2023
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE