Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

INFRAESTRUTURA

29/11/2019 - 18h24min. Alterada em 01/12 às 22h19min

Ventos do Atlântico participará dos leilões de energia a partir de 2020

Empreendimento prevê a instalação de 290 aerogeradores, distribuídos em 32 centrais de geração

Empreendimento prevê a instalação de 290 aerogeradores, distribuídos em 32 centrais de geração


PATRIK STOLLARZ/AFP/JC
A Ventos do Atlântico planeja construir um parque de geração eólica com 860 megawatts (MW) de potência em São José do Norte, com investimentos de R$ 4 bilhões. O projeto já tem licença prévia emitida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e participará dos leilões de energia promovidos pelo governo federal a partir de 2020.
O empreendimento prevê a instalação de 290 aerogeradores, distribuídos em 32 centrais de geração no distrito de Bojuru, além de uma linha de transmissão com 63,6 quilômetros de extensão e capacidade de 230 quilovolts (kV) para levar a energia até o Sistema Interligado Nacional. O prazo estimado para a implantação do complexo é de cerca de quatro anos após a venda da energia em leilão.
  • Origem da empresa: Brasil
  • Cidade: São José do Norte
  • Investimento: R$ 4 milhões
  • Estágio: Anunciado
  • Previsão: A partir de 2024
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE