Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

INDÚSTRIA

29/11/2019 - 20h43min. Alterada em 01/12 às 22h22min

Indústrias migram para o Polo Integrado da Química Montenegro

Investimento estimado chega a R$ 200 milhões entre todas as indústrias

Investimento estimado chega a R$ 200 milhões entre todas as indústrias


Reprodução/JC
Sete empresas de Porto Alegre, Cachoeirinha e Campo Bom assinaram em setembro manifestações de interesse em transferir suas operações para o Polo Integrado da Química que está em implantação em uma área de 700 hectares dentro do distrito industrial de Montenegro, que pertence ao governo do Estado. O investimento estimado chega a R$ 200 milhões entre todas as indústrias, que buscam um espaço mais adequado para ampliar a produção.
As novas unidades industriais devem entrar em operação em 2021. O projeto para implantar o polo começou a ser debatido em 2017 entre o Sindicato das Indústrias Químicas do Rio Grande do Sul (Sindiquim-RS) e o governo estadual, que concordou em vender os lotes às empresas por preços inferiores aos de mercado. A Braskem também apoiou a iniciativa por meio da aproximação entre as partes interessadas.
Entre as vantagens do local, que oferece 27 lotes na primeira fase do projeto, estão a disponibilidade de infraestrutura, incluindo energia, rede de fibra ótica, ampla malha viária e proximidade do terminal hidroviário Santa Clara, no polo petroquímico de Triunfo. A área conta ainda com sistema de tratamento de efluentes líquidos e espaço destinado a empresas prestadoras de serviços. As indústrias que já confirmaram a intenção de transferir as operações para o novo polo fabricam desde tintas (Kresil e Tecpon) e cosméticos (Memphis, Rochadel, Quimicamar e Botanik) até produtos de limpeza doméstica e automotiva, sabonetes, antissépticos, inseticidas e repelentes (Crivella).
  • Origem das empresas: Porto Alegre (Memphis , Rochadel, e Tintas Kresil), Campo Bom (Botanik), Cachoeirinha (Crivela,Quimicamar e Tecpon)
  • Cidade: Montenegro
  • Investimento: R$ 200 milhões
  • Estágio: Anunciado
  • Previsão: 2021
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE