Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Transportes

16/10/2020 - 12h00min. Alterada em 16/10 às 15h48min

Sest/Senat investirá R$ 200 milhões em novas unidades e ampliações no Rio Grande do Sul

Além da estrutura já existente em Porto Alegre, a Capital terá uma nova unidade no Porto Seco

Além da estrutura já existente em Porto Alegre, a Capital terá uma nova unidade no Porto Seco


SEST/SENAT/DIVULGAÇÃO/JC
O braço de aprendizagem e treinamento do setor de transportes no Rio Grande do Sul projeta investimento de R$ 200 milhões nos próximos quatro anos em construção de cinco novas unidades e ampliação e melhorias na rede existente.
O aporte está no plano do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat-RS) a ser executado, esclarece, por nota, o futuro presidente do conselho regional da instituição, Afrânio Kieling, que assume o posto neste sábado (17), em evento virtual.
Kieling preside a Federação das Empresas de Logística e Transporte de Cargas no Rio Grande do Sul (Fetransul).
O Sest/Senat-RS tem operações em Porto Alegre, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Lajeado, Ijuí, Passo Fundo, Carazinho, Santa Rosa, Uruguaiana, Pelotas, Rio Grande e Santa Maria.
Das novas unidades previstas, uma será na Capital, na região do Porto Seco, e as demais em Santana do Livramento, Cachoeira do Sul, Novo Hamburgo e Santa Cruz do Sul. Já Lajeado, Ijuí e Rio Grande terão sedes novas e próprias, a serem também construídas. "Os projetos estão em diferentes fases, mas todos já têm terreno", diz a instituição. 
Livramento será a primeira unidade a ficar pronta, em fevereiro de 2021.
A rede que integra o chamado sistema S oferece serviços de saúde e cursos de desenvolvimento profissional para trabalhadores de todos os modais do setor, sejam funcionários de empresas ou trabalhadores autônomos.
Comentários CORRIGIR TEXTO

EXPEDIENTE

2020