Porto Alegre, quinta-feira, 29 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 30/11/2018. Alterada em 29/11 às 22h56min

Dragagem do Porto do Rio Grande soma R$ 300 milhões

/SUPRG/DIVULGAÇÃO/JC
  • Origem da empresa: Brasil
  • Cidade: Rio Grande
  • Investimento: R$ 300 milhões
  • Estágio: Em execução
  • Previsão: 2019
  • O que é: Executada por um consórcio formado pelas empresas Jan De Nul e Dragabrás, a dragagem do Porto do Rio Grande começou em outubro, com prazo de 10 meses para ser concluída. A operação será custeada pelo governo federal, ao custo de R$ 300 milhões, sem contrapartida do governo do Estado. A previsão é retirar 16 milhões de metros cúbicos de sedimentos. Aguardada pelo setor logístico gaúcho - em função do aumento da segurança e da capacidade de transporte -, a dragagem irá ampliar a capacidade de operação do terminal portuário. A remoção do material elevará o calado operacional do superporto do Rio Grande de 12,8 metros para 16 metros. Já no porto novo, a profundidade irá de 9,45 metros para 10,45 metros. No canal externo, o calado aumentará de 16 metros para 18 metros.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia