Porto Alegre, quinta-feira, 29 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 30/11/2018. Alterada em 30/11 às 00h54min

Japan Tobacco abre em solo gaúcho primeira fábrica na América do Sul

/JUNIO NUNES/DIVULGAÇÃO/JC
  • Origem da empresa: Japão
  • Cidade: Santa Cruz do Sul
  • Investimento: R$ 85 milhões
  • Estágio: Inaugurado
  • O que é: Primeira fábrica de cigarros da empresa JTI na América do Sul. O negócio foi considerado um dos principais da multinacional japonesa em 2018. A planta, com 10 mil metros quadrados, tem capacidade para operar com quatro linhas de produção e em até três turnos. Serão produzidas, no Rio Grande do Sul, as marcas Camel e Winston. Além de abastecer o mercado brasileiro, a produção será distribuída para Argentina, Bolívia, Chile e Equador, e, gradualmente, para toda a América Latina. Com equipamentos fabricados na Alemanha, referência global em máquinas de cigarro, e na Itália, excelência em equipamentos de embalar, a indústria iniciou a operação com capacidade para fazer até 8 mil cigarros por minuto, o equivalente a 400 carteiras. Na inauguração, os executivos da companhia disseram já ter investido R$ 500 milhões em tecnologia no Brasil. Em Santa Cruz do Sul estão desde 2009, operando com tabaco em folha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia