Porto Alegre, quinta-feira, 29 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

indústria

Notícia da edição impressa de 30/11/2018. Alterada em 29/11 às 19h45min

Stihl deve investir R$ 500 milhões no Rio Grande do Sul até 2022

MARCO QUINTANA/JC
  • Origem da empresa: Alemanha
  • Cidade: São Leopoldo
  • Investimento: R$ 500 milhões
  • Estágio: Em execução
  • Previsão: 2022
  • O que é: O investimento previsto pela empresa para a planta gaúcha foi revisto e está estimado em R$ 500 milhões até 2022. O primeiro prédio construído foi o novo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, inaugurado em novembro. O próximo empreendimento será o novo prédio de Produção de Motores. Esta nova construção tem como objetivo principal modernizar processos alinhados aos conceitos da Indústria 4.0 e da produção limpa, em uma área total de 14 mil m². Com a ampliação, as novas instalações proporcionarão um aumento de 50% na capacidade de produção de máquinas. O novo prédio contará com o conceito do Building Information Modeling (BIM), que consiste em projetos 3D para a construção. O software facilita a integração do desenvolvimento do projeto e com a execução da obra dentro do cronograma planejado, representando de forma mais precisa e tecnológica o resultado final. Até 2026, a Stihl planeja lançar 50 novos produtos movidos à gasolina, e outros 198 com energia proveniente de baterias, consideradas o futuro do setor.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia