Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Economia

- Publicada em 20 de Junho de 2022 às 12:14

Aeromot fornecerá ao RS aeronaves para transporte de órgãos e operações policiais

Todas as etapas do ciclo de fornecimento das aeronaves passam por mão de obra gaúcha

Todas as etapas do ciclo de fornecimento das aeronaves passam por mão de obra gaúcha


Aeromot/Divulgação/JC
Até o fim do próximo ano, a Aeromot irá fornecer 7 aeronaves para atendimento aeromédico, transporte de órgãos, resgate e operações policiais para diferentes órgãos públicos do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. Nos últimos seis meses, a empresa foi vencedora de três licitações para fornecer as aeronaves adaptadas para os estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
Até o fim do próximo ano, a Aeromot irá fornecer 7 aeronaves para atendimento aeromédico, transporte de órgãos, resgate e operações policiais para diferentes órgãos públicos do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. Nos últimos seis meses, a empresa foi vencedora de três licitações para fornecer as aeronaves adaptadas para os estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
Os aviões e helicópteros serão utilizados nas missões institucionais de bombeiros e polícias e permitirão um atendimento mais rápido às demandas dos estados, além da expansão da cobertura territorial dos serviços públicos emergenciais prestados pelas corporações. A população contará com aeronaves e equipamentos de última geração, para o atendimento emergencial e mobilização em caso de catástrofes.
O Rio Grande do Sul receberá um helicóptero AW119kx Koala para os Bombeiros e um avião Cessna Grand Caravan EX, para a Brigada Militar, ambos capazes de atender múltiplas missões.
A Aeromot é tradicional fornecedora de aeronaves de uso múltiplo, conhecidas como aeronaves “multimissão”. A empresa é responsável por todo o ciclo de fornecimento das aeronaves, desde sua aquisição no mercado internacional, passando pela importação, pelas modificações que proverão a capacidade multimissão do modelo, seja ele um avião ou um helicóptero, pela certificação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), pelos treinamentos, até a entrega final da aeronave. Todas as etapas deste complexo processo são executadas por meio de mão de obra gaúcha.
“O sucesso é fruto da capacidade da Aeromot em aplicar seu know-how técnico e alta tecnologia no atendimento das demandas dos clientes, de forma viável e eficiente. A prova disso é que a Aeromot se consolidou no mercado como uma das principais vendedoras de aeronaves novas no Brasil. Ao todo, a empresa entregou 47 unidades nos últimos cinco anos. Outras 32, incluindo aviões e helicópteros para segurança pública e proprietários privados, serão entregues nos próximos 3 anos”, destaca o CEO da Aeromot, Guilherme Cunha.
A empresa tem mais de 54 anos de atuação na aviação brasileira. Atualmente, a matriz da Aeromot está em Porto Alegre, em um hangar do aeroporto Salgado Filho. 
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO