Porto Alegre, quarta-feira, 11 de maio de 2022.
Porto Alegre,
quarta-feira, 11 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Balanços

- Publicada em 11/05/2022 às 19h42min.

Lucro líquido da Fras-le cai 53,9% no primeiro trimestre

Companhia registrou crescimento de 10% na receita líquida no período

Companhia registrou crescimento de 10% na receita líquida no período


Carlos Chiaradia/Divulgação/JC
A empresa de autopeças Fras-le, do grupo Randon, de Caxias do Sul, registrou lucro líquido de R$ 27,9 milhões no primeiro trimestre de 2022, o que representa uma queda de 53,9% em relação aos R$ 60,5 milhões registrados no mesmo período de 2021. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (11)
A empresa de autopeças Fras-le, do grupo Randon, de Caxias do Sul, registrou lucro líquido de R$ 27,9 milhões no primeiro trimestre de 2022, o que representa uma queda de 53,9% em relação aos R$ 60,5 milhões registrados no mesmo período de 2021. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (11)
Já a receita líquida consolidada foi de R$ 704,8 milhões no período, o que representa 10% de crescimento na comparação com os primeiros três meses do ano passado. Os índices refletem um trimestre de equilíbrio entre as recomposições de preços dos produtos comercializados e custos de produção e da variação cambial do período. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 106 milhões, com margem de 15%, recuo de 4,6 pontos percentuais em comparação com o primeiro trimestre de 2021, favorecido pela demanda excepcional, câmbio e efeitos não recorrentes.
O ano de 2022 iniciou para a empresa com demanda positiva em diversos mercados e geografias, especialmente nos países da América do Norte. Os resultados no mercado externo, entre exportações e receitas geradas pelas operações de fora do Brasil, somaram US$ 56,5 milhões no primeiro trimestre, 32,8% superior ao mesmo período do ano anterior.
Em abril, a companhia consolidou uma oferta de ações que captou cerca de R$ 629 milhões, que serão direcionados para a continuidade da estratégia de expansão da companhia e para investimentos em inovação. A distribuição pública primária foi de 52.450.000 novas ações.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Leia também