Porto Alegre, quinta-feira, 30 de dezembro de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 30 de dezembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Vagas de Trabalho

- Publicada em 30/12/2021 às 12h43min.

IBGE prorroga prazo de inscrição para mais de 200 mil vagas do censo 2022

No Rio Grande do Sul, são 11.232 vagas para recenseador e 1.440 para agente censitário

No Rio Grande do Sul, são 11.232 vagas para recenseador e 1.440 para agente censitário


Tânia Rego/Agência Brasil/JC
As inscrições para concorrer a 206.891 vagas temporárias do censo demográfico 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foram prorrogadas até 21 de janeiro. São 183.021 vagas de nível fundamental para recenseadores distribuídas em 5.297 municípios do país. Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações em mais de 70 milhões de domicílios. Como o salário do recenseador é por produção, é possível simular a remuneração. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a organizadora da seleção.
As inscrições para concorrer a 206.891 vagas temporárias do censo demográfico 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foram prorrogadas até 21 de janeiro. São 183.021 vagas de nível fundamental para recenseadores distribuídas em 5.297 municípios do país. Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações em mais de 70 milhões de domicílios. Como o salário do recenseador é por produção, é possível simular a remuneração. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a organizadora da seleção.
As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. O candidato poderá fazer a prova em local diferente do que ele selecionar para trabalhar no ato da inscrição. O IBGE reforça que as inscrições para os processos seletivos de 2020 e 2021 não serão válidas para o Censo 2022. O pedido de reembolso dos processos cancelados pode ser feito clicando aqui.
Há ainda 18.420 vagas de agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 de agente censitário municipal (ACM), ambas de nível médio. Os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.
No Rio Grande do Sul, são 11.232 vagas para recenseador e 1.440 para agente censitário.
Como as vagas de agente censitário terão inscrição única, ao candidato com melhor classificação será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação.
A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50, e de R$ 60,50 para agente censitário, e pode ser paga até 16 de fevereiro. Pessoas inscritas no CadÚnico podem solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição. Com a prorrogação dos prazos, as provas foram adiadas de 27 de março para 10 de abril. Os candidatos podem concorrer aos dois processos seletivos, já que as provas dos recenseadores serão realizadas no turno da manhã e a dos agentes censitários na parte da tarde. As provas objetivas serão aplicadas presencialmente seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid-19 que constam em edital. O candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo.
Para se inscrever na seleção, que tem a Fundação Getúlio Vargas como organizadora, o usuário deve acessar o link: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21/10.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO