Porto Alegre, quinta-feira, 04 de novembro de 2021.
Dia do Inventor.
Porto Alegre,
quinta-feira, 04 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Financeiro

- Publicada em 04/11/2021 às 08h26min.

Bolsas da Ásia fecham em alta, após Fed garantir postura acomodatícia

O índice japonês Nikkei subiu 0,93% em Tóquio, a 29.794,37 pontos

O índice japonês Nikkei subiu 0,93% em Tóquio, a 29.794,37 pontos


Sam Yeh/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quinta-feira (4), após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) reafirmar postura acomodatícia ontem, apesar de ter confirmado o início do chamado "tapering".
As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quinta-feira (4), após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) reafirmar postura acomodatícia ontem, apesar de ter confirmado o início do chamado "tapering".
Na volta de um feriado nacional, o índice japonês Nikkei subiu 0,93% em Tóquio hoje, a 29.794,37 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 0,80% em Hong Kong, a 25.225,19 pontos, e o sul-coreano Kospi teve modesto ganho de 0,25% em Seul, a 2.983,22 pontos.
Já na China continental, o Xangai Composto subiu 0,81%, a 3.526,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,32%, a 2.425,16 pontos.
Exceção na Ásia, o Taiex caiu 0,25% em Taiwan, a 17.078,86 pontos.
Como era amplamente esperado, o Fed anunciou ontem o "tapering", processo pelo qual o BC americano irá gradualmente reduzir suas compras mensais de ativos, dando início à retirada dos agressivos estímulos monetários que adotou em reação aos efeitos da pandemia de Covid-19.
Por outro lado, o presidente do Fed, Jerome Powell, adotou tom "dovish" e garantiu que o apoio à recuperação econômica dos EUA seguirá mesmo com o "tapering".
Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom majoritariamente positivo da Ásia, e o S&P/ASX 200 avançou 0,48% em Sydney, a 7.428,00 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.
Agência Estado
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO