Porto Alegre, terça-feira, 14 de setembro de 2021.
Aniversário da cidade de Viamão.
Porto Alegre,
terça-feira, 14 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eventos

- Publicada em 21h58min, 13/09/2021.

Feiras ensaiam retorno do público presencial

Organização da Expodireto Cotrijal se inicia ainda em setembro a fim de realizar o evento em março

Organização da Expodireto Cotrijal se inicia ainda em setembro a fim de realizar o evento em março


ALEXANDRO AULER/JC
Adriana Lampert
O avanço da vacinação da população gaúcha contra a Covid-19, e outros fatores que liberaram a entrada do público nos pavilhões da 44ª Expointer em 2021 deram o start para a retomada das feiras presenciais no Estado. Uma delas é feira de máquinas agrícolas Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. "Temos toda a convicção que de 7 a 11 de março de 2022 estaremos realizando a 22ª Expodireto", afirma o presidente da Cotrijal, Nei César Manica. 
O avanço da vacinação da população gaúcha contra a Covid-19, e outros fatores que liberaram a entrada do público nos pavilhões da 44ª Expointer em 2021 deram o start para a retomada das feiras presenciais no Estado. Uma delas é feira de máquinas agrícolas Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. "Temos toda a convicção que de 7 a 11 de março de 2022 estaremos realizando a 22ª Expodireto", afirma o presidente da Cotrijal, Nei César Manica. 
Homenageado pela Comissão Especial do Direito Agrário e do Agronegócio da OAB/RS (Cedaa) na Casa da Embrapa, durante a Expointer, em Esteio, o dirigente comemora "que a pandemia está recuando." "Passada a Expointer, estaremos elaborando junto ao governo do Estado um protocolo visando a próxima Expodireto Cotrijal e, em seguida, estaremos contatando as empresas para garantir suas participações", projeta.
Segundo Mânica, a expectativa é que, até o final do ano, também as empresas internacionais estejam liberadas para comparecer às grandes exposições, incluindo a Expodireto." O presidente da Cotrijal afirma que a meta é "transformar" e trabalhar para que a edição de 2022 da feira de agronegócio internacional focada em tecnologia e negócios seja a "maior e melhor de todas". 
"Teremos presente a Arena Agrodigital (que reúne startups do setor e empresas já consolidadas para debates sobre soluções tecnológicas), e trataremos dos desafios da produção animal e da produção vegetal, além das máquinas e equipamentos, do meio ambiente, da agricultura familiar, e realizaremos grandes eventos sobre a economia e tendências do agro mundial", resume Mânica. Segundo o dirigente, a partir de setembro, a feira deve começar a tomar um novo formato para atingir o objetivo de voltar "com  mais força" em 2022. "Estaremos com as instituições financeiras todas elas com recursos disponíveis para que os produtores visitantes possam fazer grandes negócios dentro da Expodireto", promete. 
Agendado para acontecer de 15 a 17 de novembro, outro evento que se prepara para retomar as atividades presenciais é a Zero Grau - Feira de Calçados e de Acessórios, realizada nos pavilhões do Serra Park, em Gramado. "Acreditamos que será uma feira inesquecível", afirma o diretor da Merkator Feiras e Eventos, Frederico Pletsch. Ele explica que a promotora ainda está aguardando os protocolos do Governo do Estado e da prefeitura de Gramado para concluir o protocolo específico do evento, "que será amplamente divulgado".
Paralelamente, os preparativos da Zero Grau estão quase finalizados. A feira já está com 80% dos espaços locáveis comercializados. "O dono da fábrica, o lojista, o representante, nossos fornecedores estão aguardando muito estes três dias em novembro. Não será só uma retomada, mas um momento para guardar eternamente na memória", observa Pletsch. Segundo ele, a promotora recebeu a liberação de que  poderão circular simultaneamente pelos pavilhões cerca de 2.500 pessoas. "Mas para isto teremos todos os demais cuidados sanitários como a obrigatoriedade do uso de máscara e a distribuição de álcool em gel em diversos locais dentro da feira", pondera.
De acordo com Pletsch, estão confirmados lojistas de praticamente todos os estados brasileiros, além de outros países, como Emirados Árabes, Paquistão, Costa Rica, Panamá, Equador, Nicarágua, Bolívia, Colômbia e Equador. Ele salienta que estão sendo programados muitos lançamentos pelas fábricas, além de eventos que permitirão a troca de conhecimento entre os agentes da indústria do calçado. "Todos passaram por momentos desafiadores nesta pandemia, saíram de suas zonas de conforto e criaram novos cenários. Acredito que o compartilhamento (de experiências) será uma das maiores riquezas da feira."
 

Mercopar terá atividades presenciais e digitais

A 30ª Mercopar - Feira de Inovação Industrial, que acontecerá de 5 a 7 de outubro, nos pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, seguirá os moldes da edição de 2020, com atividades presenciais e digitais.

"Teremos uma plataforma robusta, que irá oferecer interação do público virtual e espaços para a realização de negócios, independente de onde os interessados estiverem", destaca o presidente da Fiergs e do Conselho Deliberativo do Sebrae (entidades promotoras do evento), Gilberto Petry. "Além disso, seguiremos com rígidos protocolos sanitários, para garantir a segurança de todos" os frequentadores presenciais, "como foi no ano passado".

De acordo com o dirigente, a medição de temperatura de todas as pessoas presentes e uso de máscaras permanecem obrigatórios, assim como a inscrição prévia e digital dos participantes, "para evitar aglomerações". Além disso, o fluxo na feira será controlado.

A edição de 2020, da Mercopar bateu recorde de vendas, com R$ 128 milhões em negócios gerados. A alta representa 96% em relação ao ano anterior.

Feipet aposta em segurança do público e expositores

Programada para ocorrer de 26 e 28 de setembro, a 8ª edição da Feipet - Feira de Negócios para Animais de Estimação - também integra a lista de eventos em retomada para o presencial. Exclusiva para profissionais dos setores pet e veterinário, a feira que ocupará os pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, promete apresentar novidades e tendências dos segmentos, além de gerar oportunidades de negócios para expositores e visitantes. "Como a edição deste ano será a primeira a ser realizada sob nossa direção e marcará retomada dos eventos presenciais do setor pet no Estado, não há como projetar um número exato de visitação, mas temos a expectativa de reunir um público de cinco a oito mil pessoas nos três dias de evento", comenta o diretor-presidente da Fenac, Marcio Jung.

O dirigente afirma que "segurança será a palavra-chave da Feipet". "Através de protocolos adequados, queremos dar oportunidades reais de negócios para empresas e retomar a economia local." Jung destaca que a Feipet seguirá protocolos de biossegurança, como verificação de temperatura no acesso, distanciamento mínimo, proibição no consumo de chimarrão e compartilhamento de objetos de uso pessoal e higienização constante.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário