Porto Alegre, sexta-feira, 11 de junho de 2021.
Dia da Marinha Brasileira.
Porto Alegre,
sexta-feira, 11 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

combustíveis

- Publicada em 13h46min, 11/06/2021.

Petrobras anuncia queda de 2% no preço da gasolina às refinarias

Com essa redução, o preço da Petrobras está abaixo do mercado internacional

Com essa redução, o preço da Petrobras está abaixo do mercado internacional


LUIZA PRADO/JC
O litro da gasolina vendido nas refinarias da Petrobras vai ficar 2% mais barato (- R$ 0,05) a partir do sábado (12), conforme a empresa. A revisão foi anunciada nesta sexta-feira (11) aos clientes, um dia após completar 40 dias sem reajuste. Com isso, o valor do litro passa de R$ 2,58 para R$ 2,53.
O litro da gasolina vendido nas refinarias da Petrobras vai ficar 2% mais barato (- R$ 0,05) a partir do sábado (12), conforme a empresa. A revisão foi anunciada nesta sexta-feira (11) aos clientes, um dia após completar 40 dias sem reajuste. Com isso, o valor do litro passa de R$ 2,58 para R$ 2,53.
De acordo com a StoneX, com essa redução, o preço da Petrobras está abaixo do mercado internacional e não há oportunidade para outras empresas importarem o combustível.
A estatal utiliza a política de paridade internacional (PPI), na qual acompanha as variações do brent, negociado em Londres, o câmbio e os custos logísticos. Com isso, tende a se aproximar dos valores praticados pela concorrência, que traz os combustíveis de outros países para vender no Brasil.
"O câmbio disparou hoje e a gasolina está bem estável no mercado internacional. Era para a Petrobras aumentar o preço", afirmou Thadeu Silva, especialista de petróleo da consultoria.
Em nota, a Petrobras afirmou que busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais. "Nossos preços seguem buscando o equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo", afirma.
Em seguida, diz que os reajustes são realizados a qualquer tempo, sem periodicidade definida, de acordo com as condições de mercado e da análise do ambiente externo. "Isso possibilita a companhia competir de maneira mais eficiente e flexível", complementa.
 
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário