Porto Alegre, quarta-feira, 26 de maio de 2021.
Nossa Senhora de Caravaggio - feriado em Caxias do Sul.
Porto Alegre,
quarta-feira, 26 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

trabalho

- Publicada em 21h51min, 26/05/2021.

Câmara aprova texto-base da MP que eleva salário mínimo a R$ 1,1 mil

Reajuste de 5,26% e terá impacto de R$ 17,3 bilhões nas contas públicas

Reajuste de 5,26% e terá impacto de R$ 17,3 bilhões nas contas públicas


MAURO SCHAEFER/ARQUIVO/JC
A Câmara aprovou o texto-base da medida provisória que eleva o salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.100 a partir de 1º de janeiro. Os deputados avaliam agora os destaques, que podem mudar o teor da proposta. A correção não repõe as perdas inflacionárias.
A Câmara aprovou o texto-base da medida provisória que eleva o salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.100 a partir de 1º de janeiro. Os deputados avaliam agora os destaques, que podem mudar o teor da proposta. A correção não repõe as perdas inflacionárias.
A MP foi editada em 30 de dezembro e precisa ser aprovada pelo Senado até a próxima terça-feira, em 1º de junho, para não perder validade. O reajuste foi de 5,26% e terá impacto de R$ 17,3 bilhões nas contas públicas, já que o piso é referência para benefícios da Previdência Social.
Em seu parecer, o relator, Newton Cardoso (MDB-MG), rejeitou todas as emendas apresentadas e manteve o texto original enviado pelo governo. Por dia, o valor do mínimo será de R$ 36,67, e por hora, R$ 5.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário