Porto Alegre, quinta-feira, 20 de maio de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 20 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

serviços

- Publicada em 12h09min, 20/05/2021. Atualizada em 12h25min, 20/05/2021.

Após flexibilizações, Abrasel vê otimismo para setor de bares e restaurantes

Decreto dessa quarta aumenta capacidade de público e retira restrição de horários

Decreto dessa quarta aumenta capacidade de público e retira restrição de horários


MARIANA ALVES/JC
A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) está otimista com as liberações anunciadas na quarta-feira (19) pela prefeitura de Porto Alegre. O decreto municipal inclui flexibilizações para bares e restaurantes, com o aumento da capacidade de público e a retirada da restrição de horários.
A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) está otimista com as liberações anunciadas na quarta-feira (19) pela prefeitura de Porto Alegre. O decreto municipal inclui flexibilizações para bares e restaurantes, com o aumento da capacidade de público e a retirada da restrição de horários.
"Era fundamental ter flexibilizações que nos permitam trabalhar em todos os turnos e com uma capacidade de ocupação maior. Vamos operar respeitando todos os protocolos de proteção e incentivando os consumidores a colaborarem para seguirmos abertos", afirma a presidente da Abrasel no RS, Maria Fernanda Tartoni.
Com a implementação do sistema 3As (aviso, alerta e ação), cada região deve adaptar regras estaduais variáveis e seguir apenas as determinações obrigatórias estabelecidas pelo Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, os estabelecimentos do setor devem manter o controle rígido da ocupação máxima de 60%, com clientes sentados e grupos de até seis pessoas. Performances musicais estão liberadas, mas eventos do tipo happy hour não.
Para todo o Estado, é proibida a permanência de clientes em pé durante o consumo de alimentos ou bebidas, além da abertura e ocupação de pistas de dança ou similares. Buffets de autosserviço estão liberados, desde que tenham a instalação de proteção salivar, lavagem prévia das mãos ou utilização de álcool 70% ou sanitizante similar por funcionário e clientes, distanciamento entre pessoas e uso de máscara de maneira adequada.
“Buscamos um equilíbrio entre saúde e economia. Somos ambientes seguros, que respeitam as medidas de proteção e vamos continuar fazendo nossa parte no combate à pandemia”, defende Tartoni.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário