Porto Alegre, segunda-feira, 29 de março de 2021.
Porto Alegre,
segunda-feira, 29 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EVENTOS

- Publicada em 15h48min, 29/03/2021. Atualizada em 16h51min, 29/03/2021.

Abertura da Feira do Peixe de Porto Alegre é transferida para quarta-feira

Tradicional feira de pescados prossegue até a Sexta-feira Santa, em três pontos da Capital

Tradicional feira de pescados prossegue até a Sexta-feira Santa, em três pontos da Capital


JONATHAN HECKLER/JC
A abertura da tradicional Feira do Peixe de Porto Alegre foi transferida para quarta-feira (31). O evento, que teria início nesta terça (30), foi postergado em um dia para que a estrutura possa ser totalmente finalizada, oferecendo maior segurança sanitária a expositores e público. O evento, promovido na Capital há 241 anos, prossegue até a Sexta-feira Santa (2).
A abertura da tradicional Feira do Peixe de Porto Alegre foi transferida para quarta-feira (31). O evento, que teria início nesta terça (30), foi postergado em um dia para que a estrutura possa ser totalmente finalizada, oferecendo maior segurança sanitária a expositores e público. O evento, promovido na Capital há 241 anos, prossegue até a Sexta-feira Santa (2).
Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smedt), a nova data foi definida após reunião com os representantes da Associação dos Pescadores do Extremo Sul e Colônia Z-5, nesta segunda-feira (29). De acordo com o presidente da Associação, Beto Superti, a estrutura não estaria totalmente pronta até terça, o que determinou o adiamento do evento.
A feira ocorre em três pontos da cidade- no Largo Glênio Peres, no Centro Histórico, e nos bairros Restinga e Belém Novo - e terá 13 bancas para a venda de frutos do mar, sendo quatro de atacadistas. Ao todo, mais de 250 famílias estão envolvidas diretamente com a comercialização dos pescados.
Diante do agravamento da pandemia, serão obedecidos todos os protocolos de segurança sanitária, para que a o evento ocorra de forma organizada e sem aglomerações. As bancas terão distanciamento mínimo de quatro metros e pontos com água e álcool em gel para feirantes e consumidores.
No ano passado, a prefeitura chegou a anunciar o cancelamento do evento, em função da pandemia, mas a grande circulação de pessoas em busca de pescados acabou se concntrando no Mercado Público, e duas bancas tiveram de ser liberadas em caráter excepcional.
Neste ano, a administração da Capital espera que a realização da feira em seus pontos tradicionais colabore para evitar novas aglomerações.
Comentários CORRIGIR TEXTO