Porto Alegre, terça-feira, 16 de março de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 16 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 08h11min, 16/03/2021.

Bolsas da Ásia fecham em alta, após recordes em NY e à espera de Fed e BoJ

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira (16) após um dia de máximas históricas em Nova Iorque, e na expectativa para decisões de política monetária nos EUA e no Japão esta semana.
As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira (16) após um dia de máximas históricas em Nova Iorque, e na expectativa para decisões de política monetária nos EUA e no Japão esta semana.
O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,52% em Tóquio, a 29.921,09 pontos, o Hang Seng avançou 0,67% em Hong Kong, a 29.027,69 pontos, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,70% em Seul, a 3.067,17 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,39% em Taiwan, a 16.313,16 pontos.
Já na China continental, o Xangai Composto teve alta de 0,78%, a 3.446,73 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,08%, a 2.196,51 pontos, revertendo parte das perdas do pregão anterior, quando foi divulgada uma série de indicadores de peso da segunda maior economia do mundo.
Na segunda-feira (15), as bolsas de Nova Iorque subiram de forma generalizada, com Dow Jones e S&P 500 garantindo novas máximas de fechamento, à medida que os juros dos Treasuries voltaram a cair. Nas últimas semanas, uma tendência de alta dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano vem alimentando temores de que pressões inflacionárias possam levar bancos centrais a apertar sua política monetária mais cedo do que se previa.
Dois grandes BCs revisam suas políticas esta semana. Nesta quarta-feira (17) será a vez do Federal Reserve (Fed, o BC americano) e na sexta-feira (19), do Banco do Japão (BoJ). Não há expectativa de mudanças, mas as apostas são de que o Fed elevará sua previsão para o crescimento da economia dos EUA este ano, diante da recente aprovação de mais US$ 1,9 trilhão em incentivos fiscais, e de que o BC japonês ajustará sua forma de comprar ativos no mercado.
Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul nesta terça, impulsionada principalmente por ações de tecnologia. O S&P/ASX 200 avançou 0,80% em Sydney, a 6.827,10 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO