Porto Alegre, quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Financeiro

- Publicada em 16h09min, 18/02/2021.

Ouro fecha em alta, após 4 sessões consecutivas de queda, apoiado por dólar fraco

O ouro com entrega para abril subiu 0,12%, a US$ 1.775,0 a onça-troy

O ouro com entrega para abril subiu 0,12%, a US$ 1.775,0 a onça-troy


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O ouro fechou em alta nesta quinta-feira (18) após quatro sessões consecutivas de perdas, apoiado pela desvalorização do dólar ante os pares. Nos últimos pregões, o metal precioso havia sido pressionado pelo câmbio e também pela alta nos juros dos Treasuries, o que torna a segurança do ouro menos atrativa para investidores.
O ouro fechou em alta nesta quinta-feira (18) após quatro sessões consecutivas de perdas, apoiado pela desvalorização do dólar ante os pares. Nos últimos pregões, o metal precioso havia sido pressionado pelo câmbio e também pela alta nos juros dos Treasuries, o que torna a segurança do ouro menos atrativa para investidores.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega para abril subiu 0,12%, a US$ 1.775,0 a onça-troy.
"Uma vez que a trajetória dos rendimentos dos Treasuries seja controlada, o ouro deve começar a se estabilizar e, eventualmente, retomar seu papel de porto seguro e proteção contra a inflação", afirma o analista de mercado Edward Moya, da OANDA.
Nesta quinta-feira, os juros dos Treasuries operam sem direção única, o que retira parte da pressão sobre o ouro. Além disso, com o dólar em queda, o metal precioso fica mais barato para detentores de outras divisas, o que eleva a demanda e, consequentemente, o preço.
Analista de metais do Commerzbank, Eugen Weinberg destaca que a "contínua euforia" recente nos mercados acionários, a alta dos juros dos Treasuries e um dólar mais forte quase levaram o ouro para o menor nível desde novembro. De acordo com o profissional do banco alemão, se o metal precioso romper essa limite, os preços podem cair ainda mais.
Os investidores também acompanham a tramitação do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão proposto pelo presidente dos EUA, Joe Biden. De acordo com a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, os estímulos à economia serão colocados em votação na Casa no final da próxima semana.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO