Porto Alegre, sexta-feira, 05 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 05 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Turismo

- Publicada em 13h14min, 05/02/2021. Atualizada em 17h06min, 05/02/2021.

Free shops e empresa de ônibus fazem parceria para estimular compras em Uruguaiana

Município da Fronteira Oeste conta atualmente com quatro free shops nacionais

Município da Fronteira Oeste conta atualmente com quatro free shops nacionais


Free Shop Bah/Divulgação/JC
Thiago Copetti
Uma parceria entre a empresa de ônibus Planalto e free shops de Uruguaiana, com início nesta sexta-feira (5), pretende ampliar o turismo de compras na cidade, que há pouco mais de um ano conta com este modelo de lojas. O município da Fronteira Oeste conta hoje com quatro free shops nacionais.
Uma parceria entre a empresa de ônibus Planalto e free shops de Uruguaiana, com início nesta sexta-feira (5), pretende ampliar o turismo de compras na cidade, que há pouco mais de um ano conta com este modelo de lojas. O município da Fronteira Oeste conta hoje com quatro free shops nacionais.
A primeira viagem com o formato voltado a compras na cidade tem a saída inicial prevista em Porto Alegre para a meia noite desta sexta, e de Santa Maria e São Borja na madrugada de sábado (6). A frequência das viagens com foco no turismo de negócios rumo à fronteira deve ser duas vezes por mês, em sistema de “bate-volta”.
Os turistas chegam em Uruguaiana pela manhã e retornam no final da tarde, permanecendo na cidade por cerca de oito horas, o que inclui também uma visita guiada pelos principais pontos históricos. Proprietário do Bah, free shop aberto há quatro meses na cidade, Paulo Pavin diz que, mesmo com a pandemia, acima de 40% das vendas do setor são para moradores de fora de Uruguaiana.
“Temos como diferenciais, do lado brasileiro, fazer as vendas no cartão de crédito, em Reais, com parcelamentos e sem IOF. Apesar da pandemia, há movimento de pessoas que vem de carro e também de ônibus, pessoas em trânsito, empresários e representantes comerciais que vem comprar ou estão em viagem de trabalho”, lista Pavin.
A expectativa de Pavin é que no final de março o governo argentino volte a liberar novamente o fluxo de pessoas na fronteira, o que estimularia as vendas. De acordo com o diretor comercial e operacional da Planalto, José Pedro Teixeira, no futuro a ideia é estimular também as viagens de lazer, com foco no tradicionalismo, na história gaúcha e nos vinhos, que vem sua produção se expandindo na região. A próxima viagem confirmado é no 5 de março, também com partidas de Porto Alegre, Santa Maria e São Borja, de acordo com Teixeira.
“Antes, as pessoas queriam viajar para longe, à Europa, por exemplo. Com a pandemia ganhou força o turismo local e ficar mais próximo de casa. O Rio Grande do Sul é muito mais do que a Serra. Em Uruguaiana queremos valorizar o turístico voltado ao nativismo, à história, à ligação com a Argentina e com o atrativo dos vinhos e espumantes, premiados internacionalmente”, diz Teixeira.
Comentários CORRIGIR TEXTO