Porto Alegre, segunda-feira, 01 de fevereiro de 2021.
Dia do Publicitário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 01 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado financeiro

- Publicada em 08h23min, 01/02/2021. Atualizada em 08h33min, 01/02/2021.

Bolsas da Ásia fecham em alta com salto da prata e notícia positiva sobre vacina

Mercado reagiu à notícia de que a AstraZeneca concordou em ampliar repasse de vacina à UE

Mercado reagiu à notícia de que a AstraZeneca concordou em ampliar repasse de vacina à UE


JUSTIN TALLIS/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira (1), buscando se recuperar de perdas da semana passada, à medida que investidores de varejo impulsionaram os preços da prata e após a AstraZeneca concordar em ampliar o fornecimento de sua vacina contra a Covid-19 para a União Europeia (UE) em meio a preocupações com a disseminação da doença e o surgimento de novas variantes do coronavírus.
As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira (1), buscando se recuperar de perdas da semana passada, à medida que investidores de varejo impulsionaram os preços da prata e após a AstraZeneca concordar em ampliar o fornecimento de sua vacina contra a Covid-19 para a União Europeia (UE) em meio a preocupações com a disseminação da doença e o surgimento de novas variantes do coronavírus.
O índice acionário japonês Nikkei subiu 1,55% em Tóquio, a 28.091,05 pontos, favorecido por ações de empresas que divulgaram balanços positivos, e o sul-coreano Kospi avançou 2,70% em Seul, a 3.056,53 pontos, ajudado por dados fortes de exportação, enquanto o Hang Seng se valorizou 2,15% em Hong Kong, a 28.892,86 pontos, e o Taiex registrou ganho de 1,80% em Taiwan, a 15.410,09 pontos.
Na China continental, o Xangai Composto avançou 0,64%, a 3.505,28 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve alta de 1,17%, a 2.362,39 pontos.
A melhora de humor veio à medida que os preços da prata saltaram mais de 10% nesta madrugada em meio ao interesse de investidores de varejo. Na semana passada, esses operadores causaram forte volatilidade em Wall Street ao especularem com ações de empresas como GameStop e American Airlines.
Além disso, a AstraZeneca concordou em ampliar seu fornecimento de doses de sua vacina contra a covid-19 em 9 milhões de doses, para um total de 40 milhões de doses, no primeiro trimestre deste ano, segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. Relatos de que a farmacêutica não conseguiria cumprir metas de fornecimento da vacina pressionaram os mercados globais nas últimas semanas.
Com o apetite por risco na Ásia, ficou em segundo plano o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China, que caiu de 53 em dezembro para 51,1 em janeiro, atingindo o menor nível em sete meses, embora permaneça acima da marca de 50 que indica expansão, de acordo com pesquisa divulgada pela IHS Markit e a Caixin Media.
Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom positivo das asiáticas, e o S&P/ASX 200 avançou 0,84% em Sydney, a 6.663,00 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO