Porto Alegre, quinta-feira, 29 de abril de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 29 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

trabalho

- Publicada em 10h05min, 28/01/2021. Atualizada em 11h20min, 28/01/2021.

Taxa de desemprego fica em 14,1% no trimestre até novembro, afirma IBGE

Na comparação com igual trimestre de 2019, a população ocupada apresenta um tombo de 9,4%

Na comparação com igual trimestre de 2019, a população ocupada apresenta um tombo de 9,4%


MAURO PIMENTEL/AFP/JC
A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,1% no trimestre móvel encerrado em novembro de 2020, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mensal divulgados na manhã desta quinta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,1% no trimestre móvel encerrado em novembro de 2020, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mensal divulgados na manhã desta quinta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Em igual trimestre móvel de 2019, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 11,2%. No trimestre móvel encerrado em outubro, a taxa de desocupação ficou em 14,3%.
A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.517 no trimestre móvel até novembro. O resultado representa alta de 4,0% em relação a igual trimestre móvel de 2019. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 210 bilhões no trimestre móvel encerrado em novembro, queda de 5,9% ante igual período de 2019.
Ocupação
O Brasil alcançou uma população ocupada de 85,578 milhões de trabalhadores no trimestre móvel encerrado em novembro, segundo os dados da Pnad Contínua agora divulgados. Na comparação com o trimestre móvel anterior, houve alta de 4,8%, sinalizando a geração de 3,912 milhões de postos de trabalho em um trimestre.
Com a alta na população ocupada de um trimestre móvel para o outro, o nível de ocupação ficou em 48,6%, 1,8 ponto porcentual acima do registrado no trimestre móvel até julho. Com a pandemia de Covid-19, o nível de ocupação caiu abaixo de 50% pela primeira vez na série histórica da Pnad Contínua.
Na comparação com igual trimestre de 2019, a população ocupada apresenta um tombo de 9,4%. Isso aponta que, em um ano, 8,838 milhões de vagas de trabalho foram fechadas.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário