Porto Alegre, quinta-feira, 29 de abril de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 29 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tecnologia

- Publicada em 21h26min, 27/01/2021. Atualizada em 21h33min, 27/01/2021.

Apple tem lucro de US$ 28,76 bi e recorde de receita no 1º trimestre fiscal

Vendas de iPhone, que representam mais da metade das receitas da Apple, chegaram a US$ 65,6 bilhões

Vendas de iPhone, que representam mais da metade das receitas da Apple, chegaram a US$ 65,6 bilhões


APPLE/DIVULGAÇÃO/JC
A Apple registrou lucro líquido de US$ 28,76 bilhões em seu primeiro trimestre fiscal, ou US$ 1,68 por ação, um crescimento de 35% na comparação anual e acima das expectativas de analistas ouvidos pela FactSet, que projetavam lucro ajustado de US$ 1,41.
A Apple registrou lucro líquido de US$ 28,76 bilhões em seu primeiro trimestre fiscal, ou US$ 1,68 por ação, um crescimento de 35% na comparação anual e acima das expectativas de analistas ouvidos pela FactSet, que projetavam lucro ajustado de US$ 1,41.
A receita da companhia foi de US$ 111,4 bilhões, em alta anual de 21% e um recorde histórico para a Apple, segundo comunicado divulgado pela empresa ao mercado.
A ação da gigante do setor de tecnologia recuou, inicialmente, mas subia 0,60% no after hours de Nova Iorque, às 19h05min (de Brasília).
Segundo o gerente financeiro da Apple, Luca Maestri, o desempenho foi puxado por um crescimento de dois dígitos em todas as categorias de produtos da empresa, "o que gerou recordes de receita em cada um de nossos segmentos geográficos e um recorde histórico para nossa base instalada de dispositivos ativos".
As vendas de iPhone, que representam mais da metade das receitas da marca, subiram para US$ 65,6 bilhões, ante US$ 55,96 bilhões no primeiro trimestre fiscal de 2020.
A geração de fluxo de caixa operacional da companhia foi de US$ 38,8 bilhões, também acima dos US$ 30,5 bilhões na comparação anual.
Além disso, a Apple retornou mais de US$ 30 bilhões aos acionistas durante o trimestre, à medida em que a empresa mantém sua meta de alcançar uma posição neutra em termos de caixa líquido ao longo do tempo, segundo Maestri.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário