Porto Alegre, segunda-feira, 11 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 11 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Comércio Exterior

- Publicada em 15h30min, 11/01/2021. Atualizada em 15h31min, 11/01/2021.

Balança comercial tem superávit de US$ 1,111 bilhão em janeiro até o dia 10

Até o dia 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões

Até o dia 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões


WENDERSON ARAUJO/TRILUX/CNA/JC
A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,111 bilhão nos primeiros dez dias do ano, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (11), pelo Ministério da Economia. Até o dia 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões, enquanto as importações ficaram em US$ 3,744 bilhões.
A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,111 bilhão nos primeiros dez dias do ano, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (11), pelo Ministério da Economia. Até o dia 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões, enquanto as importações ficaram em US$ 3,744 bilhões.
A média diária das exportações cresceu 47,4% em relação a janeiro de 2020, puxada pelo avanço de 75,0% nos embarques da indústria extrativa, enquanto as vendas da agropecuária cresceram 44,9%.
A indústria de transformação também apresentou alta de 36,8%. No caso das importações, houve aumento de 1,8% na média diária de compras, com avanço de 3,8% na agropecuária e crescimento de 1,7% em produtos da indústria de transformação. Já a média diária de importações da indústria extrativa recuou 20,2% na mesma comparação.
Com a pandemia de covid-19 afetando as importações em maior escala do que as exportações, o Brasil registrou um saldo positivo de US$ 50,995 bilhões no comércio exterior em 2020.
O valor representou uma alta de 6,2% em relação ao saldo da balança comercial de 2019.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO