Porto Alegre, terça-feira, 10 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 10 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

bancos

- Publicada em 19h33min, 10/11/2020. Atualizada em 19h47min, 10/11/2020.

Banrisul registra lucro líquido de R$ 495,1 milhões até setembro

Montante é 46% inferior ao lucro líquido ajustado do mesmo período de 2019

Montante é 46% inferior ao lucro líquido ajustado do mesmo período de 2019


MARCELO G. RIBEIRO/ARQUIVO/JC
O Banrisul registrou lucro líquido de R$ 495,1 milhões nos nove meses de 2020, 46% inferior ao lucro líquido ajustado do mesmo período de 2019. O retorno anualizado foi de 8,2% sobre o patrimônio líquido médio. O desempenho no período reflete, especialmente, redução da margem financeira, maior fluxo de despesa de provisão para perdas de crédito, despesas com provisões de perdas em processos trabalhistas, retração das receitas de tarifas e de serviços, redução das despesas administrativas, entre outros fatores.
O Banrisul registrou lucro líquido de R$ 495,1 milhões nos nove meses de 2020, 46% inferior ao lucro líquido ajustado do mesmo período de 2019. O retorno anualizado foi de 8,2% sobre o patrimônio líquido médio. O desempenho no período reflete, especialmente, redução da margem financeira, maior fluxo de despesa de provisão para perdas de crédito, despesas com provisões de perdas em processos trabalhistas, retração das receitas de tarifas e de serviços, redução das despesas administrativas, entre outros fatores.
O patrimônio líquido atingiu R$ 8,4 bilhões em setembro de 2020, aumento de R$ 620,0 milhões ou 8% em 12 meses. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 90,2 bilhões em setembro de 2020, com crescimento de 11,8% em relação ao registrado em setembro de 2019, ampliação proveniente, especialmente, do crescimento na captação de depósitos.
Os recursos captados e administrados alcançaram saldo de R$ 78,5 bilhões em setembro de 2020, incremento de R$ 8,4 bilhões ou 12,0% em relação ao mesmo mês de 2019, compostos, principalmente, por depósitos a prazo, de poupança e à vista.
Comentários CORRIGIR TEXTO