Porto Alegre, segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Dia do Hoteleiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EVENTOS

- Publicada em 19h18min, 06/11/2020. Atualizada em 09h24min, 09/11/2020.

Com autorização da prefeitura, Auditório Araújo Vianna reabrirá ao público no dia 28

Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, volta receber público a partir do dia 28 de novembro

Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, volta receber público a partir do dia 28 de novembro


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Fernanda Crancio
Um dos mais tradicionais palcos para shows em Porto Alegre, o Auditório Araújo Vianna reabrirá oficialmente as portas ao público no dia 28 de novembro, com apresentação do cantor Nando Reis. Na quinta-feira (5), a prefeitura da Capital atendeu à solicitação dos administradores da casa, que protocolaram em 23 de outubro o pedido para a retomada das atividades presenciais.
Um dos mais tradicionais palcos para shows em Porto Alegre, o Auditório Araújo Vianna reabrirá oficialmente as portas ao público no dia 28 de novembro, com apresentação do cantor Nando Reis. Na quinta-feira (5), a prefeitura da Capital atendeu à solicitação dos administradores da casa, que protocolaram em 23 de outubro o pedido para a retomada das atividades presenciais.
Por determinação de decreto municipal, a realização de eventos para mais de 250 pessoas precisa de análise e autorização prévia. Outras três solicitações do segmento de eventos ainda tramitam no Paço Municipal.
Segundo Rodrigo Machado, da Opinião Produtora, que administra o Araújo Vianna, o pedido encaminhado à Sala do Empreendedor da prefeitura pleiteava a reabertura a partir do dia 16 de novembro, com base nos protocolos já testados em evento-piloto promovido no local no dia 13 de setembro, que contou com aval do município.
O "alvará" pontual foi concedido por meio de aprovação do Comitê Temporário de Enfrentamento ao Coronavírus (Ctecov) e autorização das Secretarias Municipais de Saúde, de Desenvolvimento Econômico e da Procuradoria-Geral do Município, e inclui ainda o funcionamento dos bares internos, de acordo com as regras determinadas para as atividades de alimentação, no modelo pague e leve e com pagamento por meio digital.
"O Auditório foi reconhecido como equipamento ímpar na retomada cultural da Capital em função da sua estrutura: ventilação cruzada, pé direito alto, corredores largos e espaçamento entre cadeiras, além da distribuição de álcool e atenção à circulação de pessoas", diz nota divulgada pelos promotores do evento.
De acordo com os organizadores do show, o local reabrirá com 30% da capacidade de público, 1.258 pessoas sentadas, "mas com a energia e emoção de casa cheia". Pela autorização da prefeitura, deverão ser observadas as questões sanitárias de distanciamento interpessoal, uso permanente de máscaras oferta de álcool em gel, controle de entrada e fluxo de pessoas, verificação de temperatura e sintomas, demarcação de assentos e, principalmente, a manutenção da ventilação natural, com todas as aberturas laterais do auditório abertas.
Cuidados de distanciamento ao término do evento, "realizando a dispersão de forma escalonada a fim de evitar a aglomeração na saída", e respeito aos protocolos estabelecidos para tempo máximo de duração também são exigidos. O documento ressalta ainda que a autorização para reabertura do Auditório poderá ser suspensa em caso de descumprimento do disposto ou em eventual agravamento da pandemia na Capital.
Também administradora do Pepsi On Stage, a Opinião Produtora já encaminhou solicitação para a reabertura do espaço. Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Smde), há três pedidos de liberação de eventos em análise.
Um deles, protocolado na quinta-feira (5), é da equipe do Centro de Eventos da Fiergs, que pede autorização para retomada das atividades do Teatro do Sesi, do Centro de Convenções e do Pavilhão de Exposições. Segundo o gerente do Centro de Eventos, Kurt Ziegler, há formaturas, congressos, feiras e shows com agendamentos prévios, à espera do aval municipal.
Comentários CORRIGIR TEXTO