Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

bancos

- Publicada em 15h06min, 06/11/2020.

Lucro do BV sobe 23,8% e atinge R$ 275 milhões no 3º trimestre

O BV, antigo Banco Votorantim, registrou lucro líquido de R$ 275 milhões no terceiro trimestre, alta de 23,8% em relação ao período imediatamente anterior. Sem levar em conta as doações feitas pelo banco durante o segundo trimestre, para auxiliar no combate à pandemia de covid-19, o lucro teria crescido a um ritmo de 10,5%.
O BV, antigo Banco Votorantim, registrou lucro líquido de R$ 275 milhões no terceiro trimestre, alta de 23,8% em relação ao período imediatamente anterior. Sem levar em conta as doações feitas pelo banco durante o segundo trimestre, para auxiliar no combate à pandemia de covid-19, o lucro teria crescido a um ritmo de 10,5%.
Já em relação ao terceiro trimestre do ano passado, o banco teve queda de 22,7% no lucro, como reflexo do aumento das provisões durante a crise causada pela pandemia. Mesmo com o aumento dos recursos destinados a cobrir possíveis calotes, a instituição viu a taxa de inadimplência cair para 4,2% no terceiro trimestre, de 5,2% no trimestre anterior.
A carteira de empréstimos atingiu R$ 67,4 bilhões ao fim do trimestre passado, queda de 2% ante junho, mas alta de 5,3% na comparação anual. "O período foi marcado pela recuperação dos níveis de originação de financiamento de veículos aos patamares pré-pandemia, com crescimento de 68,4% na demanda", afirma o banco, em nota à imprensa.
O índice de cobertura subiu de 183% no segundo trimestre para 234% no trimestre passado, com um incremento de R$ 360 milhões em provisões para perdas com devedores duvidosos (PDD). O saldo de PDD está em R$ 5,5 bilhões.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO