Porto Alegre, quarta-feira, 04 de novembro de 2020.
Dia do Inventor.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 04 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria Automotiva

- Publicada em 11h26min, 04/11/2020.

Vendas de motos recuam 3,48% em outubro ante setembro, diz Fenabrave

Em relação a outubro de 2019, houve queda de 2,29% nas vendas de motos

Em relação a outubro de 2019, houve queda de 2,29% nas vendas de motos


MARCELO G. RIBEIRO/arquivo/JC
As vendas de motos novas mostraram no mês passado queda de 3,48% frente a setembro, segundo levantamento apresentado nesta quarta-feira (4) pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias do País.
As vendas de motos novas mostraram no mês passado queda de 3,48% frente a setembro, segundo levantamento apresentado nesta quarta-feira (4) pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias do País.
Em relação a outubro de 2019, houve queda de 2,29% nas vendas de motos, que totalizaram 96,2 mil unidades no mês passado. Ao comentar o resultado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, disse que o mercado segue aquecido, com a melhora nas aprovações de crédito, mas as montadoras de motos seguem com produção limitada pela falta de componentes.
De acordo com o executivo, o prazo médio de entregas das fábricas, localizadas no polo industrial de Manaus (AM), tem sido de 37 dias. Em outubro, a Honda, líder hegemônica deste mercado, respondeu por 77,74% das vendas totais. Na vice-liderança, a Yamaha teve 15,70% do total vendido no mês passado. De janeiro a outubro, 727,2 mil motocicletas foram vendidas no Brasil, 18,75% a menos do que nos dez primeiros meses do ano passado.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO