Porto Alegre, quarta-feira, 28 de outubro de 2020.
Dia do Funcionário Público. Dia de São Judas Tadeu.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 28 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

HOTELARIA

- Publicada em 19h36min, 28/10/2020.

Pesquisa revela que 95% dos hotéis de Porto Alegre já voltaram a receber hóspedes

Ocupação média dos hotéis da Capital, em 20 dias de outubro, ficou em 28% da capacidade permitida

Ocupação média dos hotéis da Capital, em 20 dias de outubro, ficou em 28% da capacidade permitida


HOTEL EMBAIXADOR/DIVULGAÇÃO/JC
Novo levantamento para avaliar a retomada das atividades do setor hoteleiro em Porto Alegre, promovido pelo Sindicato de Hotéis de Porto Alegre (Shpoa), apontou que 95% dos estabelecimentos da Capital já estão em pleno funcionamento. A pesquisa consultou 21 hotéis e avaliou que a ocupação média em 20 dias do mês de outubro ficou em 28% da capacidade permitida atualmente, com taxas maiores registradas na região central da cidade.
Novo levantamento para avaliar a retomada das atividades do setor hoteleiro em Porto Alegre, promovido pelo Sindicato de Hotéis de Porto Alegre (Shpoa), apontou que 95% dos estabelecimentos da Capital já estão em pleno funcionamento. A pesquisa consultou 21 hotéis e avaliou que a ocupação média em 20 dias do mês de outubro ficou em 28% da capacidade permitida atualmente, com taxas maiores registradas na região central da cidade.
No levantamento anterior da entidade, realizado em setembro, o índice de funcionamento não passou de 73%. De acordo com o presidente do sindicato, Carlos Henrique Schmidt, a melhora do cenário deve-se à retomada do turismo de negócios. “Durante a pandemia tivemos a confirmação de mais um fator decisivo para o nosso setor: o turismo de negócios. Ele foi responsável por 80% das hospedagens em Porto Alegre, porém, considerando a nossa média de ocupação, que segue muito baixa, ainda precisamos de reforço neste sentido", destacou.
Para Schmidt, é preciso dar atenção ao setor de eventos e aos espaços públicos da cidade, que são fortes potenciais turísticos. "Porto Alegre precisa se levantar com urgência”, alerta, destacando a importância da reativação dos eventos corporativos, como feiras e congressos.
O levantamento ainda aponta que 90% dos entrevistados aderiram à ampliação da taxa de ocupação permitida pelo decreto estadual, e que a maioria dos hóspedes veio da cidade de São Paulo. “Depois dos negócios, nossos hotéis registram que 10% da ocupação veio do turismo, um dado que não é novidade para o setor", reforça o dirigente, reiterando apelo para que o próximo prefeito eleito foque também nas oportunidades turísticas da região.
Comentários CORRIGIR TEXTO