Porto Alegre, segunda-feira, 26 de outubro de 2020.
Dia do Trabalhador da Construção Civil. Dia da Democracia.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 26 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 15h40min, 26/10/2020.

Ouro fecha em leve alta com busca por segurança, mas dólar forte limita ganhos

Ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,03%, a US$ 1.905,7 a onça-troy

Ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,03%, a US$ 1.905,7 a onça-troy


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O ouro fechou o pregão desta segunda-feira (26) em leve alta, impulsionado pela busca por segurança que predomina no exterior devido ao avanço da pandemia de Covid-19 e ao impasse fiscal nos Estados Unidos. No entanto, a força do dólar, outro ativo que serve de refúgio aos investidores, limita os ganhos do metal precioso.
O ouro fechou o pregão desta segunda-feira (26) em leve alta, impulsionado pela busca por segurança que predomina no exterior devido ao avanço da pandemia de Covid-19 e ao impasse fiscal nos Estados Unidos. No entanto, a força do dólar, outro ativo que serve de refúgio aos investidores, limita os ganhos do metal precioso.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange, o ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,03%, a US$ 1.905,7 a onça-troy.
A pouco mais de uma semana da eleição, os mercados internacionais operam com aversão ao risco, em meio a um aumento nos casos de Covid-19 nos Estados Unidos e na Europa, onde novas restrições à circulação de pessoas foram anunciadas no fim de semana.
Além disso, republicanos e democratas ainda não chegaram a um entendimento em Washington sobre novos estímulos à economia. Nesta tarde, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, voltou a dizer que quer um acordo, mas criticou ações da Casa Branca na pandemia. Ela tem uma reunião marcada hoje com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.
"O aumento da aversão ao risco entre os participantes do mercado em meio ao número cada vez maior de novos casos de Covid-19 não está levando impulso aos preços do metal precioso", comenta o analista Daniel Briesemann, do banco alemão Commerzbank. Ele ressalta a perspectiva de que não haverá um pacote fiscal nos EUA antes da eleição, "o que fez com que o dólar se valorizasse ligeiramente e parece estar impedindo qualquer aumento nos preços do ouro".
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO