Porto Alegre, segunda-feira, 05 de outubro de 2020.
Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Feriado nos estados do Amapá, Roraima e Tocantins.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 05 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 15h57min, 05/10/2020.

Ouro fecha em alta, impulsionado por dólar fraco e possível pacote fiscal nos EUA

Ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,66%, a US$ 1.920,10 a onça-troy

Ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,66%, a US$ 1.920,10 a onça-troy


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O ouro fechou o pregão desta segunda-feira (5) em alta, impulsionado pela fraqueza do dólar e pela possibilidade de um novo pacote fiscal nos Estados Unidos, ainda que a busca por segurança desencadeada na sexta-feira pela incerteza sobre a saúde do presidente americano, Donald Trump, tenha diminuído. A equipe médica que acompanha o republicano indicou que ele pode ter alta ainda nesta segunda-feira e continuar o tratamento para Covid-19 na Casa Branca.
O ouro fechou o pregão desta segunda-feira (5) em alta, impulsionado pela fraqueza do dólar e pela possibilidade de um novo pacote fiscal nos Estados Unidos, ainda que a busca por segurança desencadeada na sexta-feira pela incerteza sobre a saúde do presidente americano, Donald Trump, tenha diminuído. A equipe médica que acompanha o republicano indicou que ele pode ter alta ainda nesta segunda-feira e continuar o tratamento para Covid-19 na Casa Branca.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,66%, a US$ 1.920,10 a onça-troy.
"Como as ações, o mercado de ouro parece pensar que o dinheiro fácil do Federal Reserve e os grandes déficits do governo vão vencer o impacto profundamente deflacionário da Covid", diz o diretor de pesquisa da BullionVault, Adrian Ash. "Esperança renovada para um acordo de estímulo fiscal", também está fornecendo suporte para o metal precioso, afirma Michael Armbruster, sócio-gerente da Altavest.
Com a expectativa pela saída de Trump do hospital, o otimismo no mercado aumentou, mas os investidores continuaram buscando ouro, já que a menor busca por segurança também levou o dólar a recuar, o que torna os contratos das commodities mais baratos para detentores de outras divisas. Em Washington, enquanto isso, continuam as negociações entre a presidente da Câmara do Representantes, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, por mais estímulos à economia.
"Os investidores financeiros especulativos também mostram mais interesse no ouro novamente", aponta o analista de metais Daniel Briesemann, do banco alemão Commerzbank.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO