Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

conjuntura internacional

- Publicada em 16h24min, 27/08/2020. Atualizada em 16h34min, 27/08/2020.

Walmart se junta à Microsoft em negociações por operações americanas do TikTok

A Walmart anunciou parceria com a Microsoft nas negociações pela compra das operações do TikTok nos Estados Unidos. O governo americano tem pressionado a controladora do aplicativo, a chinesa ByteDance, a vender o braço da plataforma no país, com argumento de que ela pode ser usada por Pequim como veículo de espionagem.
A Walmart anunciou parceria com a Microsoft nas negociações pela compra das operações do TikTok nos Estados Unidos. O governo americano tem pressionado a controladora do aplicativo, a chinesa ByteDance, a vender o braço da plataforma no país, com argumento de que ela pode ser usada por Pequim como veículo de espionagem.
"A forma como o TikTok integrou recursos de comércio eletrônico e publicidade em outros mercados é um benefício claro para criadores e usuários", destacou comunicado emitido pela varejista, cujas ações saltavam 4,93% às 15h50min (horário de Brasília), na Bolsa de Nova Iorque, repercutindo a notícia.
Segundo reportagem da CNBC, fontes ligadas à ByteDance acreditam que a venda deve se confirmar. A proposta da Microsoft ainda é vista como a favorita, mas um consórcio que inclui a Oracle corre por fora, de acordo com as fontes.
A Alphabet, que controla o Google, também entrou na disputa, mas as negociações não foram para frente. A Walmart não especificou exatamente como a parceria com a gigante do Vale do Silício deve ocorrer, mas ressaltou que ela será uma oportunidade para atingir novos consumidores.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO