Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 20h37min, 20/08/2020.

Bolsas de Nova Iorque fecham em alta, ganhando fôlego ao longo do dia e com Nasdaq

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,17%, em 27.739,73 pontos

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,17%, em 27.739,73 pontos


BRYAN R. SMITH/AFP/JC
Os mercados acionários tiveram abertura em baixa, ainda com foco na cautela do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sobre a retomada econômica. Os índices, porém, ganharam força ao longo do pregão, com papéis de tecnologia e serviços de comunicação levando o Nasdaq a um fechamento recorde.
Os mercados acionários tiveram abertura em baixa, ainda com foco na cautela do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sobre a retomada econômica. Os índices, porém, ganharam força ao longo do pregão, com papéis de tecnologia e serviços de comunicação levando o Nasdaq a um fechamento recorde.
O índice Dow Jones fechou em alta de 0,17%, em 27.739,73 pontos, o S&P 500 avançou 0,32%, a 3.385,51 pontos, e o Nasdaq subiu 1,06%, a 11.264,95 pontos.
A cautela dos dirigentes com a retomada, mostrada na ata da tarde da quarta-feira, deu tom negativo aos negócios nas bolsas pela manhã. Ao longo dela ainda, o sentimento começou a melhorar, com o Nasdaq se destacando. Notícias sobre vacinas para a covid-19 também estiveram no radar, embora sem grandes novidades nessa frente.
Entre os setores, além dos dois já citados, papéis ligados ao setor imobiliário se saíram bem. Por outro lado, energia puxou as quedas, em pregão negativo também para bancos. Entre ações importantes, Apple subiu 2,22%, Microsoft avançou 2,33% e Alphabet, 2,05%. Boeing subiu 0,18%, mas Goldman Sachs caiu 0,58% e JPMorgan teve baixa de 1,20%.
O papel da Lyft chegou a recuar, após o aplicativo de compartilhamento anunciar suspensão das operações na Califórnia, mas ainda se recuperou e fechou em alta de 5,76%, em sessão volátil.
 
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO