Porto Alegre, quarta-feira, 29 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 29 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

Atualizada em 08h15min, 29/07/2020.

Bolsas asiáticas sobem majoritariamente à espera do Fed

Por outro lado, Nikkei estendeu a fraqueza recente, com queda de 1,15% em Tóquio

Por outro lado, Nikkei estendeu a fraqueza recente, com queda de 1,15% em Tóquio


Behrouz MEHRI/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira (29), à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que mais tarde deverá reiterar sua postura "dovish", ou seja, favorável a agressivos estímulos, pelo tempo que perdurar a crise gerada pela pandemia de coronavírus.
As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira (29), à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que mais tarde deverá reiterar sua postura "dovish", ou seja, favorável a agressivos estímulos, pelo tempo que perdurar a crise gerada pela pandemia de coronavírus.
Na China continental, os mercados acumularam ganhos pelo terceiro pregão consecutivo, favorecidos por um aumento das entradas de capital estrangeiro. O índice Xangai Composto subiu 2,06%, a 3.294,55 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 2,90%, a 2.236,95 pontos.
Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,27% em Seul, a 2.263,16 pontos, graças ao desempenho positivo de ações de montadoras e de fabricantes de eletrônicos, incluindo a blue chip Samsung Electronics (+0,68%), e o Hang Seng teve alta de 0,45% em Hong Kong, a 24.883,14 pontos, em parte impulsionado pelos papéis do HSBC (+2,73%). Por outro lado, o japonês Nikkei estendeu a fraqueza recente, com queda de 1,15% em Tóquio, a 22.397,11 pontos, após a divulgação de balanços decepcionantes por várias grandes empresas locais, e o Taiex caiu 0,36% em Taiwan, a 12.540,97 pontos.
 
Além da expectativa com o Fed, investidores da região asiática também acompanham a disseminação do coronavírus pelo mundo, particularmente nos EUA, e negociações no Congresso americano sobre um novo pacote fiscal de US$ 1 trilhão. Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho, após dados fracos da inflação doméstica e a adoção de restrições a viagens por causa do recente aumento de casos de Covid-19 no país. O S&P/ASX 200 caiu 0,23% em Sydney, a 6.006,40 pontos.
Comentários CORRIGIR TEXTO