Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 08h12min, 22/07/2020. Atualizada em 08h12min, 22/07/2020.

De olho em Covid-19, bolsas da Ásia e Pacífico fecham majoritariamente em baixa

Alta de número de casos trouxe incertezas aos investidores

Alta de número de casos trouxe incertezas aos investidores


FRED DUFOUR/AFP/JC
As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira (22), influenciadas pela disseminação do coronavírus na região e nos EUA.
As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira (22), influenciadas pela disseminação do coronavírus na região e nos EUA.
O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,58% em Tóquio, a 22.751,61 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 2,25% em Hong Kong, a 25.057,94 pontos, e o sul-coreano Kospi teve perda marginal de 0,01% em Seul, a 2.228,66 pontos.
Na Oceania, a Austrália relatou 502 novos casos de Covid-19 em 24 horas, superando o recorde anterior de 469 infecções de 28 de março. A bolsa de Sydney terminou o pregão com queda de 1,32%, a 6.075,10 pontos.
Autoridades no Japão e em Hong Kong também se mostraram alarmadas com os crescentes números de casos da doença. Os EUA continuam sendo o principal foco de preocupação. Ontem, o presidente Donald Trump alertou que a pandemia nos EUA "ficará pior antes de melhorar". No mundo, os casos de coronavírus se aproximam de 15 milhões e as mortes somam mais de 600 mil, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.
As bolsas da China continental, por outro lado, acumularam ganhos pelo quarto dia consecutivo nesta quarta, diante da demanda de investidores estrangeiros por ações do tipo A, que são negociadas tanto em Xangai quanto em Shenzhen. O índice Xangai Composto subiu 0,37%, a 3.333,16 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,84%, a 2.251,43 pontos. O mercado de Taiwan também ficou no azul, com alta de 0,61% do Taiex, a 12.473,27 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO