Porto Alegre, quinta-feira, 06 de agosto de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 06 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Imprensa

- Publicada em 16h26min, 14/07/2020. Atualizada em 16h58min, 06/08/2020.

Audiência do JC cresce 51,7% no 1º semestre de 2020

Edição on-line do Jornal do Comércio teve número de acessos recorde na primeira metade de 2020

Edição on-line do Jornal do Comércio teve número de acessos recorde na primeira metade de 2020


ARTE/JC
A edição on-line do Jornal do Comércio teve um crescimento de 51,7% em audiência no primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019. O dado se torna ainda mais relevante se for considerado que o ano passado já teve uma alta significativa, de 32,7% em visualizações de páginas.
A edição on-line do Jornal do Comércio teve um crescimento de 51,7% em audiência no primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019. O dado se torna ainda mais relevante se for considerado que o ano passado já teve uma alta significativa, de 32,7% em visualizações de páginas.
O bom desempenho se intensificou em meio à pandemia do coronavírus, cujos efeitos na economia vêm tendo ampla cobertura pelo JC. A partir de março, ocorreram sucessivos recordes na audiência mensal, tanto em número de usuários quanto em acessos totais.
A taxa de rejeição também teve uma queda significativa, o que demonstra que os leitores permaneceram mais tempo no portal do JC, indicando leitura maior de conteúdos aprofundados ou acesso a várias matérias do Jornal do Comércio.
Outro dado que chama a atenção é a renovação do público do JC, com a maior parcela de leitores na faixa etária de 18 a 44 anos. Ainda é relevante observar que mais de 80% dos usuários acessaram o site usando smartphones.
O bom resultado na audiência também teve reflexo nas assinaturas. Mesmo liberando o acesso gratuito para matérias de serviço relacionadas ao coronavírus, o número de assinantes digitais do Jornal do Comércio refletiu o crescimento da audiência, com destaque para a campanha no mês de aniversário do jornal, com alta de 60% nas assinaturas, no melhor mês de vendas, mesmo na pandemia.
Os números de audiência positiva não são um fato isolado nem se restringem ao período do coronavírus, pois há 21 meses consecutivos o Jornal do Comércio registra alta em visualizações de páginas e usuários, puxados por matérias exclusivas e conteúdos publicados com agilidade e precisão. 
Comentários CORRIGIR TEXTO