Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Sistema Financeiro

- Publicada em 03h00min, 03/07/2020.

Presidente do Banco Central nega proibição para WhatsApp operar

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade monetária não proibiu o aplicativo WhatsApp de operar no mercado de pagamentos. "O BC em nenhum momento proibiu o WhatsApp de operar, essa informação não é verdadeira, o que entendemos é que era um arranjo muito relevante para a economia e que precisava passar pelo mesmo processo de aprovação que os outros arranjos", disse.
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade monetária não proibiu o aplicativo WhatsApp de operar no mercado de pagamentos. "O BC em nenhum momento proibiu o WhatsApp de operar, essa informação não é verdadeira, o que entendemos é que era um arranjo muito relevante para a economia e que precisava passar pelo mesmo processo de aprovação que os outros arranjos", disse.
Segundo ele, a empresa alegou que não precisaria de autorização por começar com volume baixo de transações. "Entendemos que arranjo que começa com 120 milhões de clientes não é pequeno", justificou. Campos Neto declarou que pretende autorizar o aplicativo a atuar no mercado de pagamentos.
Empresas que atuam na cadeia de pagamentos com faturamento anual abaixo de R$ 500 milhões ou com quantidade de transações abaixo de 25 milhões não precisam pedir autorização ao BC.
Comentários CORRIGIR TEXTO