Porto Alegre, sexta-feira, 22 de maio de 2020.
Dia do Apicultor.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 22 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Trabalho

Alterada em 22/05 às 08h51min

Pedidos para sacar seguro-desemprego têm alta de 76,2%

No Rio Grande do Sul, houve aumento de 98% nas solicitações do benefício

No Rio Grande do Sul, houve aumento de 98% nas solicitações do benefício


MAURO PIMENTEL/AFP/JC
Os pedidos de seguro-desemprego aumentaram 76,2% na primeira quinzena de maio na comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Economia, foram 504.313 solicitações. No ano passado, nesse período, foram 286.272 pedidos.
Os pedidos de seguro-desemprego aumentaram 76,2% na primeira quinzena de maio na comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Economia, foram 504.313 solicitações. No ano passado, nesse período, foram 286.272 pedidos.
O Ministério da Economia estima que haja uma fila de 250 mil solicitações represadas do período em que as agências do Sine estavam fechadas. O número ainda representa avanço de 4,9% na ante a segunda quinzena de abril deste ano (480.848).
O estado com mais pedidos foi São Paulo (149.289), seguido por Minas Gerais (53.105) e Rio de Janeiro (42.693). O Rio Grande do Sul ficou em quarto lugar (35.965). O número de pedidos gaúchos subiu 98% em relação à primeira quinzena de maio de 2019 (18.161)
Nesse período, 77,5% dos pedidos foram feitos via internet. Depois de um decreto no fim de abril ter definido o processamento de seguro-desemprego como serviço essencial, porém, as solicitações presenciais aumentaram 58,5% em relação à segunda quinzena de abril.
Comentários