Porto Alegre, domingo, 19 de julho de 2020.
Nelson Mandela Day.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 19 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Agronegócios

21/05/2020 - 14h18min. Alterada em 22/05 às 12h15min

Vibra vai investir R$ 500 milhões em quatro anos em Soledade

Compra de unidade do frigorífico Somave é onde será feita o maior aporte do grupo

Compra de unidade do frigorífico Somave é onde será feita o maior aporte do grupo


Prefeitura de Soledade/Divulgação/JC
Thiago Copetti
O Grupo Vibra, um das principais produtores e exportadores de proteína de frango do país confirmou hoje (21) a intenção de investir cerca de R$ 500 milhões no município de Soledade, na região norte do Rio Grande do Sul, até 2024. Em videoconferência entre os dirigentes da empresa e autoridades gaúchas a companhia anunciou oficialmente o investimento, que em quatro anos inclui a aquisição de unidade de abates da Somave na cidade, uma fábrica de ração, um incubatório industrial e mais de 250 aviários, de acordo com o prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo.
De acordo o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, que participou do encontro, a Vibra assumirá o controle da unidade do frigorífico Somave no município no segundo semestre, passando a adotar a marca que já é utilizada em outras plantas instaladas pelo país. Em 2019 o Grupo Vibra recebeu importante aporte de recursos da gigante norte-americana do setor, a Tyson Foods, com quem agora integra uma joint venture.
A norte-americana adquiriu, em agosto do ano passado, participação de 40% na divisão de alimentos da companhia avícola brasileira, com sede em Montenegro. Cattaneo destacou que o investimento vinha sendo negociado com acompanhamento do município, que já cedeu para a Vibra área de 15 hectares área para ampliação das operações no Norte do Estado, como para a implantação de um grande incubatório industrial, que seria a primeira parte da expansão.
"São quatro investimentos, na verdade: um incubatório, 250 produtores de frango integrados, o frigorífico, que foi adquirido pela Vibra, e também uma fábrica de ração. A cadeia completa", comemora Cattaneo.
Wilson Schmidt, responsável pelo projeto do Vibra em Soledade, explica que a maior parte dos recursos será destinado para a aquisição da planta da Somave, que hoje está em uma área de 10 hectares. A compra ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).
A unidade será ampliada em 48 hectares, além da construção de um incubatório em outro terreno de 15 hectares, doado pela prefeitura. O plano de expansão foi apresentado pelo diretor-presidente da Vibra, Gerson Luís Müller, nesta manhã à Assembleia Legislativa, ao governador Eduardo Leite, ao prefeito de Soledade e o secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho.
De acordo com o planto apresentado, haverá expansão de produção de 1.270 toneladas, em 2020, para 8 mil toneladas em 2024, com a geração de 1,5 mil empregos diretos e 250 de produtores. O investimento no período compreenderia recursos próprios e de produtores integrados ao processo.
Comentários CORRIGIR TEXTO

EXPEDIENTE

2020