Porto Alegre, quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Dia Mundial do Desenvolvimento Cultural.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Agronegócios

21/05/2020 - 14h18min. Alterada em 21/05 às 19h05min

Vibra vai investir R$ 500 milhões em quatro anos em Soledade

Compra de unidade do frigorífico Somave é onde será feita o maior aporte do grupo

Compra de unidade do frigorífico Somave é onde será feita o maior aporte do grupo


Prefeitura de Soledade/Divulgação/JC
Thiago Copetti
O Grupo Vibra, um das principais produtores e exportadores de proteína de frango do país confirmou hoje (21) a intenção de investir cerca de R$ 500 milhões no município de Soledade, na região norte do Rio Grande do Sul, até 2024. Em videoconferência entre os dirigentes da empresa e autoridades gaúchas a companhia anunciou oficialmente o investimento, que em quatro anos inclui a aquisição de unidade de abates da Somave na cidade, uma fábrica de ração, um incubatório industrial e mais de 250 aviários, de acordo com o prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo.
De acordo o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, que participou do encontro, a Vibra assumirá o controle da unidade do frigorífico Somave no município no segundo semestre, passando a adotar a marca que já é utilizada em outras plantas instaladas pelo país. Em 2019 o Grupo Vibra recebeu importante aporte de recursos da gigante norte-americana do setor, a Tyson Foods, com quem agora integra uma joint venture.
A norte-americana adquiriu, em agosto do ano passado, participação de 40% na divisão de alimentos da companhia avícola brasileira, com sede em Montenegro. Cattaneo destacou que o investimento vinha sendo negociado com acompanhamento do município, que já cedeu para a Vibra área de 15 hectares área para ampliação das operações no Norte do Estado, como para a implantação de um grande incubatório industrial, que seria a primeira parte da expansão.
"São quatro investimentos, na verdade: um incubatório, 250 produtores de frango integrados, o frigorífico, que foi adquirido pela Vibra, e também uma fábrica de ração. A cadeia completa", comemora Cattaneo.
Wilson Schmidt, responsável pelo projeto do Vibra em Soledade, explica que a maior parte dos recursos será destinado para a aquisição da planta da Somave, que hoje está em uma área de 10 hectares. A compra ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).
A unidade será ampliada em 48 hectares, além da construção de um incubatório em outro terreno de 15 hectares, doado pela prefeitura. O plano de expansão foi apresentado pelo diretor-presidente da Vibra, Gerson Luís Müller, nesta manhã à Assembleia Legislativa, ao governador Eduardo Leite, ao prefeito de Soledade e o secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho.
De acordo com o planto apresentado, haverá expansão de produção de 1.270 toneladas, em 2020, para 8 mil toneladas em 2024, com a geração de 1,5 mil empregos diretos e 250 de produtores. O investimento no período compreenderia recursos próprios e de produtores integrados ao processo.
Comentários

EXPEDIENTE

2020