Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

AGRONEGÓCIOS

- Publicada em 17h34min, 19/05/2020. Atualizada em 22h30min, 19/05/2020.

Vista como oportunidade de retomada econômica do RS, Expointer pode ser prorrogada

Realização da Expointer dependerá das condições de segurança sanitária dos próximos meses

Realização da Expointer dependerá das condições de segurança sanitária dos próximos meses


DANI BARCELLOS/PALÁCIO PIRATINI/JC
Fernanda Crancio
Embora tenha lançado na segunda-feira (18) o regulamento da Expointer 2020, prevista para ocorrer de 29 de agosto a 6 de setembro, o governo gaúcho estuda a possibilidade de prorrogar a data da feira para o final de setembro, por conta da pandemia da Covid-19. Realizada anualmente no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a feira neste ano é vista como uma oportunidade de marcar a retomada econômica do Estado após a crise gerada pela disseminação do coronavírus.
Embora tenha lançado na segunda-feira (18) o regulamento da Expointer 2020, prevista para ocorrer de 29 de agosto a 6 de setembro, o governo gaúcho estuda a possibilidade de prorrogar a data da feira para o final de setembro, por conta da pandemia da Covid-19. Realizada anualmente no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a feira neste ano é vista como uma oportunidade de marcar a retomada econômica do Estado após a crise gerada pela disseminação do coronavírus.
Conforme informou o governador à reportagem do Jornal do Comércio, ao ser questionado durante a live desta terça-feira (19) sobre a conveniência de lançar a mostra em meio à pandemia, a possibilidade de adiá-la para o final de setembro está sendo debatida pelos setores e entidades que organizam a feira em conjunto com o Executivo.
Eduardo Leite disse que a estimativa é de que até setembro as condições de controle da disseminação do coronavírus estejam melhores, possibilitando a realização do evento com segurança. "Serão quatro meses até que a feira seja realizada e que nós podemos ter observado uma redução do número de casos, uma situação mais estabilizada, em que a feira poderá vir a se confirmar como caso de ajuda na retomada econômica do Estado em função das restrições que temos hoje", comentou.
Ele destacou ainda que como a feira é um evento de grandes proporções, precisa começar a ser planejada e organizada com antecedência, o que justifica o lançamento do regulamento na segunda-feira. No entanto, disse que a análise do governo sobre a evolução e estabilidade da pandemia no Estado nos próximos meses é que poderá determinar a efetiva realização do evento. "Evidentemente não pretendemos fazer a feira se observarmos que não há condições de segurança do ponto de vista sanitário das pessoas. Mas não podemos, há quatro meses dela, já tomar a decisão de que ela não aconteça. Nós desejamos que a Expointer aconteça, em condições de segurança, e estamos organizando tudo para que ela venha a acontecer", ponderou.
Comentários CORRIGIR TEXTO