Porto Alegre, quarta-feira, 13 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 13 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

TRIBUTOS

Alterada em 13/05 às 18h02min

Receita já recebeu mais de 14 milhões de declarações do Imposto de Renda

Prazo limite para entrega da declaração foi prorrogado para 30 de junho

Prazo limite para entrega da declaração foi prorrogado para 30 de junho


Marcello Casal Jr/Agência Brasil/JC
Mais de 14 milhões de brasileiros já registraram suas declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IR) nos sistemas da Receita Federal, até o final da manhã esta quarta-feira (13). Somente no Rio Grande do Sul, 957.522 declarações já foram feitas, de um total de 2,2 milhões que são aguardadas.
Mais de 14 milhões de brasileiros já registraram suas declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IR) nos sistemas da Receita Federal, até o final da manhã esta quarta-feira (13). Somente no Rio Grande do Sul, 957.522 declarações já foram feitas, de um total de 2,2 milhões que são aguardadas.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
De acordo com o supervisor nacional do IR, auditor-fiscal Joaquim Adir, a expectativa é de que 32 milhões de contribuintes entreguem declaração no País. O prazo limite para a declaração foi prorrogado para até 30 de junho, assim como o vencimento das cotas. A primeira vence no dia 30 de junho, e as demais no último dia útil dos meses subsequentes. 
As mudanças nas datas da declaração objetivam evitar aglomerações de contribuintes no atendimento da Receita, bem como em empresas ou instituições financeiras, de modo a contribuir com o esforço governamental de diminuir a propagação do novo coronavírus.
Comentários