Porto Alegre, sexta-feira, 08 de maio de 2020.
Dia do Profissional de Marketing.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 08 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 08/05 às 07h59min

Bolsas asiáticas fecham em alta generalizada com alívio em tensões EUA-China

Mercados tiveram ganhos após alívio de tensões em meio à pandemia do novo coronavírus

Mercados tiveram ganhos após alívio de tensões em meio à pandemia do novo coronavírus


Kazuhiro NOGI / AFP/ jc
As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada nesta sexta-feira (8), favorecidas por sinais de alívio nas recentes tensões comerciais entre EUA e China em meio à pandemia do novo coronavírus.
As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada nesta sexta-feira (8), favorecidas por sinais de alívio nas recentes tensões comerciais entre EUA e China em meio à pandemia do novo coronavírus.
Nos pregões dos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,83% hoje, a 2.895,34 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,17%, a 1.809,17 pontos.
O vice-primeiro-ministro da China Liu He conversou hoje por telefone com o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, e com o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, segundo a agência de notícias estatal chinesa Xinhua. Os dois lados prometeram melhorar a cooperação nos âmbitos da saúde pública e da economia, e também criar condições favoráveis para que os países implementem o acordo comercial bilateral "de fase 1", assinado em janeiro.
A ligação veio após o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçar interromper o acordo se a China não comprar bens e serviços americanos, como prometido.
Nas últimas semanas, também se intensificou uma polêmica entre Washington e Pequim sobre a origem do coronavírus. Para autoridades americanas, o surto teria começado devido a uma "falha" em um laboratório de Wuhan, cidade chinesa onde os primeiros casos da covid-19 foram registrados.
Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei se valorizou 2,56% em Tóquio hoje, a 20.179,09 pontos, impulsionado principalmente por ações ligadas ao setor de transporte marítimo, enquanto o Hang Seng avançou 1,04% em Hong Kong, a 24.230,17 pontos, o sul-coreano Kospi subiu 0,89% em Seul, a 1.945,82 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,54% em Taiwan, a 10.901,42 pontos.
Na Oceania, a bolsa da Austrália seguiu a onda positiva da Ásia, também ajudada por um plano anunciado pelo governo do país de relaxar medidas de restrições ligadas ao coronavírus até julho. O S&P/ASX 200 avançou 0,50% em Sydney, a 5.391,10 pontos.
Comentários