Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Combustíveis

- Publicada em 17h16min, 25/04/2020.

Petrobras reduzirá preço do diesel em 10% a partir de segunda-feira, diz Abicom

No Brasil, a queda de consumo do diesel é da ordem de 22% desde o início da pandemia

No Brasil, a queda de consumo do diesel é da ordem de 22% desde o início da pandemia


MARCELO G. RIBEIRO/JC
A Petrobras informou às distribuidoras que vai reduzir o diesel em 10% a partir de segunda-feira (27), segundo a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom). A estatal confirmou a redução. A alteração acontece em uma semana em que o petróleo tipo WTI atingiu baixa histórica e o tipo Brent ultrapassou para baixo a barreira dos US$ 20 o barril.
A Petrobras informou às distribuidoras que vai reduzir o diesel em 10% a partir de segunda-feira (27), segundo a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom). A estatal confirmou a redução. A alteração acontece em uma semana em que o petróleo tipo WTI atingiu baixa histórica e o tipo Brent ultrapassou para baixo a barreira dos US$ 20 o barril.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Nessa sexta-feira (24), no entanto, os contratos para junho da commodity ensaiaram recuperação, se mantendo porém em cotações deprimidas. O WTI subiu 2,67%, cotado a US$ 16,94/barril e o Brent a US$ 21,44/barril, em alta de 0,52%.
A queda do diesel e de outros derivados de petróleo acompanham a derrocada do preço do petróleo desde o início da pandemia do coronavírus, que afetou drasticamente a demanda global. No Brasil, a queda de consumo do diesel é da ordem de 22% desde o início da pandemia.
O último ajuste do combustível havia sido na segunda-feira (20), com queda de 4%. Antes, a estatal havia efetuado uma redução de 5%, no dia 14 de abril.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO