Porto Alegre, quinta-feira, 19 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Combustíveis

Notícia da edição impressa de 19/03/2020. Alterada em 19/03 às 03h00min

Petrobras reduziu valor da gasolina em 30,1% em 2020

Apesar da queda nos preços, repasse aos postos não foi integral

Apesar da queda nos preços, repasse aos postos não foi integral


/MARIANA CARLESSO/arquivo/JC
Com a nova redução anunciada nesta quarta-feira (18), o preço da gasolina vendida pela Petrobras nas refinarias já caiu 30,1% e o diesel 29,1% no ano, ainda não totalmente repassada para o consumidor, avaliam analistas, que já previam uma queda gradual nas bombas dos postos de abastecimento. O impacto maior, alertam, será na arrecadação dos royalties para os governos.
Com a nova redução anunciada nesta quarta-feira (18), o preço da gasolina vendida pela Petrobras nas refinarias já caiu 30,1% e o diesel 29,1% no ano, ainda não totalmente repassada para o consumidor, avaliam analistas, que já previam uma queda gradual nas bombas dos postos de abastecimento. O impacto maior, alertam, será na arrecadação dos royalties para os governos.
Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nos postos de abastecimento a gasolina desde janeiro até o dia 14 de março caiu 1,3% e o diesel 3,8%. A expectativa de arrecadação de royalties, pela projeção da ANP, seria de R$ 28,4 bilhões em 2020, sendo R$ 5,9 bilhões para o Rio de Janeiro, maior estado produtor. A simulação, porém, leva ainda em conta uma média de preço do petróleo de US$ 60,10 o barril e da cotação do dólar em R$ 4,05.A partir desta quinta-feira, a Petrobras vai reduzir preço da gasolina em 12%, depois de ter anunciado, na semana passada, queda de 9,5% para o combustível. O preço do diesel terá queda de 7,5%, acima da redução de 6,5% ocorrida na semana passada.