Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

contas públicas

- Publicada em 03h00min, 16/03/2020.

Reformas do Estado devem avançar no primeiro semestre

Pauta foi discutida durante reunião-almoço do Grupo de Líderes Empresariais

Pauta foi discutida durante reunião-almoço do Grupo de Líderes Empresariais


TIAGO TRINDADE/LIDE RS/DIVULGAÇÃO/JC
Marcelo Beledeli
As ações que o governo do Estado está adotando para enfrentar a crise fiscal e colocar as contas em dia têm o objetivo de ajudar a iniciativa privada a retomar a capacidade de investimento no Rio Grande do Sul. Essa foi a mensagem deixada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes (PP), durante reunião-almoço do Grupo de Líderes Empresariais (Lide RS), na sexta-feira (13), em Porto Alegre. O encontro foi mediado pelo ex-governador Germano Rigotto.
As ações que o governo do Estado está adotando para enfrentar a crise fiscal e colocar as contas em dia têm o objetivo de ajudar a iniciativa privada a retomar a capacidade de investimento no Rio Grande do Sul. Essa foi a mensagem deixada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes (PP), durante reunião-almoço do Grupo de Líderes Empresariais (Lide RS), na sexta-feira (13), em Porto Alegre. O encontro foi mediado pelo ex-governador Germano Rigotto.
Privatizações, concessões e parcerias público-privadas, simplificação de leis e processos, modernização da estrutura de arrecadação tributária e a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal são algumas das iniciativas que o governo de Eduardo Leite pretende avançar ainda neste primeiro semestre, informou Vivian. "É uma agenda estruturante, que não serve ao governo, mas ao Estado. Essas reformas são fundamentais para retomar a capacidade de investimento no Rio Grande do Sul", afirmou o secretário chefe da Casa Civil.
Para Frederico Antunes, o governo conseguiu importantes vitórias no Legislativo, com a aprovação de reformas como a autorização para venda das estatais, CEEE, Sulgás e CRM, a Parceria Público Privada (PPP) da Corsan e a reforma da Previdência estadual. Segundo o presidente do Lide RS, Eduardo Fernandez, a proximidade dos empresários com o governo do Estado possibilita evoluir na articulação de ações que possam trazer um ambiente mais saudável de negócios para o Rio Grande do Sul. "As reformas ajudam a resolver o inchamento do Estado. A sociedade já entende que o poder público perdeu capacidade de investimento, e que essas mudanças são necessárias", destacou.
Comentários CORRIGIR TEXTO