Porto Alegre, terça-feira, 21 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 21 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria

- Publicada em 03h07min, 11/03/2020. Atualizada em 03h00min, 11/03/2020.

Fimec começa na Fenac em Novo Hamburgo

Cerimônia de abertura contou com presença do governador Eduardo Leite

Cerimônia de abertura contou com presença do governador Eduardo Leite


FELIPE DALLA VALLE/PALÁCIO PIRATINI/JC
Conhecida como a maior feira do setor coureiro-calçadista da América Latina, a 44ª Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (Fimec) começou nesta terça-feira (10), no centro de eventos da Fenac, em Novo Hamburgo. O evento, que ocorre até 12 de março, reúne centenas de expositores com lançamentos de produtos, tecnologias e serviços.
Conhecida como a maior feira do setor coureiro-calçadista da América Latina, a 44ª Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (Fimec) começou nesta terça-feira (10), no centro de eventos da Fenac, em Novo Hamburgo. O evento, que ocorre até 12 de março, reúne centenas de expositores com lançamentos de produtos, tecnologias e serviços.
Nesta edição, compradores internacionais de países como Equador, Colômbia, Guatemala, Peru e Argentina comparecerão ao evento. A feira ainda oferece atrações como o 3º Fórum Fimec, a 11ª Fábrica Conceito, o Estúdio Fimec e palestras pocket.
Em 2019, a Fimec recebeu cerca de 700 marcas de mais de 500 expositores. O Rio Grande do Sul também foi, em 2019, o maior exportador de calçados, de onde partiram 30,6 milhões de pares, que geraram US$ 444,7 milhões, resultados superiores tanto em volume (12,7%) quanto em receita (3,8%) se comparados aos de 2018.
O governador Eduardo Leite, que participou da abertura do evento, lembrou que, no final de 2019, foi assinado um decreto que alterou o sistema de tributação do calçado e reduziu de 12% para 4% a alíquota de ICMS do setor. Considerando o grande volume de empregos gerados, o governo do Estado concluiu que a indústria merecia um olhar especial. As novas alíquotas entram em vigor em abril.
Também estiveram presentes na abertura o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, o diretor-presidente da Fenac, Marcio Jung, o presidente do Conselho Diretor do Centro das Indústrias de Curtume do Brasil, Gilmar Harth, o deputado estadual Dalciso Oliveira, e a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO